Lauro Alves / Agencia RBS

Buscando reforçar o elenco, o Grêmio aposta em soluções caseiras para resolver carências. Além de Ricardinho, que voltou de empréstimo do Marítimo de Portugal, o clube tenta o retorno de Thaciano. O meio-campista é uma das principais peças do Altay, da Turquia, na briga contra o rebaixamento no campeonato nacional.

Atualmente, o vínculo de empréstimo do atleta tem duração até o final de junho. Ele tem contrato com o Grêmio até dezembro de 2023. Há no acordo uma cláusula para compra dos direitos econômicos, o que não deve ser concretizado. Os valores se aproximam da casa de 2 milhões de euros (cerca de R$ 10 milhões) por 60% do montante.

Além do Altay, os principais times do futebol turco já realizaram sondagens. Na equipe, Thaciano soma 25 partidas e três gols marcados. O jogador recebeu até faixa dos torcedores pelo empenho para manter o clube na elite.

Há o entendimento de que o plano de carreira precisa ser elaborado para o retorno, que pode ser nesta janela de transferências ou somente em julho. O agente chega ao país asiático nesta quarta-feira (7) para tratar sobre o tema. O Altay não pretende facilitar a saída antecipada.

Também há compreensão da necessidade de valorização financeira do meio-campista, já que voltaria para brigar por posição entre os titulares na Arena com Lucas Silva, Bitello e Villasanti no tripé de Roger Machado.

Logo, o retorno com renovação é ventilado nos bastidores. Por isso, qualquer cenário ganhará tendências a partir da chegada do procurador ao território turco para fazer o elo entre os clubes.



Veja também