Bobsin (D) é mais um dirigente do Grêmio com coronavírus — Foto: Luciano Amoretti/Grêmio

O Grêmio confirmou mais um caso de dirigente infectado com o coronavírus, o terceiro desde esta sexta-feira. O vice-presidente Marco Bobsin, de 68 anos, também testou positivo e estava internado até a noite desta sexta-feira em um hospital em Porto Alegre.

O diretor médico do Grêmio, Ciro Simoni, confirmou o teste positivo para o vice-presidente em contato com o GloboEsporte.com. O dirigente continua internado no hospital, mas apenas com dores no corpo e sem complicações por conta da doença. Bobsin realizou o exame no início desta semana ao apresentar os sintomas.

Conforme apurou o GloboEsporte.com, até a noite desta sexta-feira o presidente Romildo Bolzan não havia se submetido ao teste. Não está descartado, no entanto, que o dirigente passe pelo exame nos próximos dias, já que dois de seus vices e o presidente do Inter, Marcelo Medeiros, com quem teve contato, testaram positivo para a Covid-19.

Nesta sexta-feira, o Grêmio teve confirmados os casos do vice-presidente Claudio Oderich e do assessor adjunto nas categorias de base, Eduardo Fernandes. O também assessor da base, Luiz Ferrari Jr., testou negativo para a doença.

Jogadores, membros da comissão técnica e funcionários do Grêmio realizaram exames clínicos e foram vacinados no CT Luiz Carvalho nesta sexta-feira. O departamento médico dividiu todos em grupos de quatro pessoas, logo liberados e sem contato entre eles. Cada quarteto tinha horário marcado.



Veja também