O Grêmio fez até o momento sete jogos no Campeonato Brasileiro, apesar de oito rodadas disputadas. São seis partidas sem vencer na competição e um aproveitamento de 38%, que suscita críticas, apesar do discurso otimista de Renato Portaluppi.

O início no Brasileirão é o segundo pior do clube desde 2003, quando o Nacional passou a ser disputado em pontos corridos. Mas há um alento.

O rendimento mais baixo após o mesmo número de partidas foi no ano passado. Uma vitória, dois empates e quatro derrotas depois, o desempenho tricolor era de apenas 23,8% em 2019.

Mesmo assim, a equipe “decolou”, como prometia Renato, e terminou a competição em quarto lugar, com vaga direta à Libertadores. No ano passado, a arrancada para o G-4 começou justamente depois dos primeiros sete jogos, com três vitórias seguidas.

Renato mantém otimismo por recuperação — Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA

Renato mantém otimismo por recuperação — Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA

O atual aproveitamento, 38%, ocorreu também em 2003, 2006, 2010 e 2011. Em 2006 e 2010, o resultado final foi positivo, com a terceira e quarta colocação, respectivamente. Em 2003, o Tricolor terminou em 21º lugar e, em 2011, em 12º.

— Não temos o aproveitamento que queríamos, mas com uma ou duas vitórias, você dá um pulo muito grande na tabela no Brasileiro. Quando não vence, perde algumas posições. Não podemos esquecer que o Grêmio tem uma partida a menos que os adversários — defende Renato.https://tpc.googlesyndication.com/safeframe/1-0-37/html/container.html

A atual fase gremista, apesar do título gaúcho, gera uma série de críticas nas redes sociais. A nova chance de recuperação aparece na quinta-feira. Às 19h15, o Grêmio enfrenta o Bahia, em Salvador. Para o meia-atacante Isaque, que segue na equipe pela ausência de Jean Pyerre, basta a bola entrar para reverter o quadro.

– A partir do momento que não conseguimos os resultados, acabam aparecendo críticas. Mas, no jogo com o Sport mesmo, tivemos muitas oportunidades, 31 finalizações. Estamos pecando ali na hora do gol. Trabalhamos forte para poder fazer os gols, que aí a vitória vem naturalmente – destaca Isaque.

Os 7 primeiros jogos desde 2003

ResultadosAproveitamentoPosição final
20202 vitórias, 2 empates e 3 derrotas38,09%
20191 vitória, 2 empates e 4 derrotas23,8%
20183 vitórias, 3 empates e 1 derrota57,14%
20176 vitórias e 1 derrota85,7%
20164 vitórias, 2 empates e 1 derrotas66,66%
20153 vitórias, 2 empates e 2 derrotas52,38%
20144 vitórias, 1 empate e 2 derrotas61,9%
20133 vitórias, 3 empates e 1 derrota57,14%
20124 vitórias e 3 derrotas57,14%
20112 vitórias, 2 empates e 3 derrotas38,09%12º
20102 vitórias, 2 empates e 3 derrotas38,09%
20092 vitórias, 3 empates e 2 derrotas42,85%
20085 vitórias, 1 empate e 1 derrota76,19%
20073 vitórias e 4 derrotas42,85%
20062 vitórias, 2 empates e 3 derrotas38,09%
20042 vitórias, 4 empates e 1 derrota47,61%24º
20032 vitórias, 2 empates e 3 derrotas38,09%21º

Fonte: *Na Série A



Veja também