Félix Zucco / Agencia RBS

A direção do Grêmio está correndo contra o tempo para contratar um meia de criação. Com a negativa do uruguaio Gastón Ramírez, que preferiu seguir na Sampdoria, da Itália, o Tricolor terá de partir para um plano B. “Já estamos avaliando outras opções”, diz o vice de futebol, Paulo Luz.

O clube estava muito otimista em um desfecho positivo na negociação com Gastón Ramírez, mas o treinador da Sampdoria, Claudio Ranieri, o convenceu a ficar na Itália. O Grêmio tem até o dia 9 de novembro para trazer algum jogador que atua no exterior, já que nesta data fecha a janela de transferências.

No mercado interno, os principais atletas da função já disputaram o número de partidas que os impedem de se transferir para outros clubes. O Tricolor não tem no grupo um substituto para Jean Pyerre, que também não consegue ter sequência no time de Renato.

O treinador deve definir hoje a escalação da equipe que enfrenta o Juventude, na quinta-feira, no Alfredo Jaconi, pelo jogo de volta das oitavas de final da Copa do Brasil. Os zagueiros Geromel e Kannemann, que foram poupados na vitória sobre o Bragantino, segunda-feira, retornam.

Nas laterais, há dúvidas entre Orejuela e Victor Ferraz, na direita, e Diogo Barbosa e Cortez, na esquerda. Robinho e Luiz Fernando, que foram titulares na segunda-feira, em jogo do Brasileirão, não podem atuar na Copa do Brasil. Isaque e Ferreira são os mais cotados para começar em Caxias do Sul. O argentino Diego Churín, que entrou bem na segunda-feira, deve seguir como opção no banco.



Veja também