Uma reunião geral do Grêmio na tarde desta segunda-feira definiu a paralisação das categorias de base pelos próximos 15 dias para minimizar o risco de contágio pelo coronavírus. Os atletas serão dispensados e retornam para suas respectivas casas, enquanto alguns funcionários se manterão em atividade no CT Hélio Dourado. O grupo principal tem reapresentação marcada para a tarde desta terça.

O presidente Romildo Bolzan Júnior lidera um comitê de crise que se reuniu com diretores de todas as categorias e áreas do clube nesta segunda-feira. A ordem foi de paralisar as atividades da base, que conta com jovens do sub-14 até o sub-20. A escola de formação, com crianças de 5 a 15 anos, já tinha parado seus compromissos.

O time feminino, apesar da suspensão das competições, se mantém em atividade por enquanto. A categoria sub-18, no entanto, que começaria a rotina de treinos, não treinará nas próximas semanas.

Jovens no CT Presidente Hélio Dourado, do Grêmio — Foto: Julio Cesar Santos

Jovens no CT Presidente Hélio Dourado, do Grêmio — Foto: Julio Cesar Santos

O diretor geral da base, Gustavo Schmitz, confirmou a medida ao GloboEsporte.com. Parte dos funcionários será dispensado do trabalho e fará quarentena em casa. Outros precisarão cumprir rotina de expediente de casa, enquanto poucos estarão presencialmente no espaço do clube em Eldorado, região metropolitana de Porto Alegre, onde funciona a base gremista.

Os atletas serão liberados e retornam para suas famílias. A intenção é evitar contaminações e, posteriormente, manter um cuidado dentro do elenco e das rotinas do clube com grupo de trabalho na residência mantida pelo Grêmio aos jovens.

O grupo principal gremista volta aos trabalhos na tarde desta terça-feira no CT Luiz Carvalho. Ainda não há definição sobre programação para os próximos dias sobre a rotina de trabalho do Tricolor. O Rio Grande do Sul tem 11 casos de Covid-19 confirmados. O presidente do Inter, Marcelo Medeiros, é suspeito de de ter contraído o coronavírus.



Veja também