Grêmio x Iquique

O Grêmio visitou o Iquique no Chile na noite desta quarta-feira e acabou derrotado por 2 a 1, de virada. O Tricolor saiu na frente com Barrios, porém viu um pênalti mal marcado fazer com que iniciasse a derrocada em campo. Na etapa final, um gol de falta definiu o jogo. O Grêmio não conseguiu criar oportunidades para buscar reverter a vantagem.

Com a derrota, o Tricolor permanece com 10 pontos.

Na última rodada, o Tricolor decide a classificação diante do Zamora, na Arena.

Escalação inicial: Marcelo Grohe; Léo Moura, Geromel, Kannemann e Marcelo Oliveira; Ramiro, MIchel; Jailson, Luan e Pedro Rocha; Barrios.

PRIMEIRO TEMPO
A partida iniciou bastante equilibrada, no entanto, desde o início, foi o Grêmio quem propôs o jogo, tendo mais posse de bola ofensiva. O gol veio em bola parada. Aos 19, Luan cobrou escanteio na primeira trave, Kannemann desviou e Barrios apareceu na segunda trave para empurrar para as redes.

Mas, no ataque seguinte do Iquique, aos 21, o árbitro marcou um pênalti inexistente a favor dos donos da casa. Bielkiewecz cobrou e converteu, deixando tudo igual.

O jogo foi até o fim da etapa inicial sem grandes emoções ou chances de gol, tendo apenas cinco chutes em todo o primeiro tempo.

SEGUNDO TEMPO
A etapa complementar não começou bem para o Tricolor. Logo aos 3 minutos, os donos da casa viraram o jogo com golaço de falta de Diego Torres. O técnico Renato então foi obrigado a mudar o time e colocou Fernandinho no lugar de Jaílson.

O Tricolor não conseguia ter volume de jogo, mas acabou criando boa chance aos 20 minutos quando Geromel correu todo o campo e na linha lateral cruzou rasteiro para a entrada da área onde Luan chegou batendo, mas por cima do gol, perdendo boa chance.

O Grêmio não conseguia criar oportunidades ou chances de gol e o Iquique conseguia se defender bem. O jogo se encaminhou ao final, e Ramiro ainda foi expulso e o Tricolor terminou o jogo com dez em campo.



Veja também