Grêmio sofre, perde por 2 a 0 para o Juventude e se complica no Gauchão

Jogo de volta da semifinal ocorre neste domingo na Arena e o Tricolor terá que reverter a desvantagem de dois gols

21 de abril de 2016 - Às 23:21
Foto: Lucas Uebel
Foto: Lucas Uebel

O Grêmio enfrentou o Juventude na noite desta quinta-feira, menos de 48 horas após o confronto com o Toluca pela Libertadores e acabou perdendo a invencibilidade de 13 partidas ao ser derrotado pelo time de Caxias por 2 a 0. Os gols foram marcados por Roberson e Klaus, e ambos em jogadas de escanteio.

O jogo de volta é neste domingo, às 16h00 na Arena.

Escalação inicial: Marcelo Grohe, Fred, Bressan, Marcelo Hermes, W. Oliveira, Maicon, Walace, Everton, Pedro Rocha, Lincoln e Bobô

PRIMEIRO TEMPO
A partida iniciou bastante movimentada com o Juventude tomando a iniciativa na partida. A primeira grande chance do time da casa foi logo aos 6 minutos quando Heverton cabeceou e Marcelo Grohe operou milagre, salvando o Tricolor. O time de Caxias continuou pressionando.

Aos poucos, a partida diminuiu de ritmo e o Grêmio equilibrou as ações do jogo, não ficando mais tanto exposto ao time de Caxias. Aos 38, Everton teve boa chance após sobra na área do Juventude, mas não aproveitou.

SEGUNDO TEMPO
O panorama da partida não mudou muito, mas aos 14 minutos, após cobrança de escanteio, Marcelo Grohe saiu mal e socou a bola para trás. Roberson aproveitou e apenas desviou para o gol.

Após sofrer o gol, o técnico Roger promoveu alterações, colocando Bolaños e Luan no time, deixando o Grêmio mais ofensivo. Mas, antes do Tricolor tentar reagir, aos 23 minutos, após nova bola levantada na área, Klaus subiu mais que a zaga e cabeceou no canto, ampliando o placar.

Aos 27, Fred cobrou falta com perfeição e mesmo de longe acertou o travessão, quase descontando o placar. O time do Juventude recuou e o Grêmio passou a atacar mais o adversário, porém não conseguia ser efetivo e não conseguiu reagir no placar.



Veja também