Foto: Lucas Uebel

O Grêmio recebeu o Novo Hamburgo na tarde deste domingo na Arena pela partida de ida da semifinal do Gauchão e acabou empatando por 1 a 1, não conseguindo vantagem para a partida de volta que acontece no próximo domingo, no Estádio do Vale.

Escalação inicial: Marcelo Grohe; Edílson, Geromel, Kannemann e Marcelo Oliveira; Maicon, Ramiro, Léo Moura, Bolaños e Pedro Rocha; Luan.

PRIMEIRO TEMPO
O Tricolor iniciou a partida buscando pressionar o Novo Hamburgo. O time visitante apenas se defendia, facilitando assim que o Grêmio fizesse uma pressão. Aos poucos o time do Novo Hamburgo tentou sair para contra-ataques mas sem sustos.

Aos 9, Pedro Rocha bateu de fora da área e o goleiro salvou. Aos 23, após jogada de Maicon, Bolaños recebeu na área e bateu colocado no canto, mas para fora, perdendo boa chance.

O Tricolor buscou pressionar, mas o Novo Hamburgo se defendia bem. A partida na etapa inicial foi um tanto sonolenta.

SEGUNDO TEMPO
Na etapa final, no entanto, o Grêmio iniciou bem e aos 4 minutos, Marcelo Oliveira fez jogada individual e cruzou na segunda trave onde apareceu Ramiro desviando para as redes e abrindo o placar.

No entanto, aos 11 minutos, após batida de lateral, Juninho arriscou chute de fora da área e mandou no canto, sem chance para Grohe, empatando a partida naquela que foi a quarta finalização dos visitantes na partida.

Aos 19, Renato colocou Barrios e tirou Léo Moura para buscar deixar o Grêmio ainda mais ofensivo. Aos 20 minutos, em cruzamento na área, Marcelo Oliveira quase marcou.

O fato foi que o Grêmio sentiu o gol de empate e o Novo Hamburgo melhorou na partida, também buscando o ataque e não mais apenas se defendendo. Aos 37 minutos, os visitantes tiveram grande chance. Juninho recebeu passe na entrada da área e bateu forte rasteiro, a bola bateu na trave. Na sobra, Lucas Santos, livre, isolou, sem goleiro.

O Tricolor não conseguiu mais ter o domínio na partida e errou muito no jogo após sofrer o gol de empate.



Veja também