Wesley Santos/Agência PressDigital

Os gremistas bem que tentaram explicar o que aconteceu na noite deste domingo na Arena. Mas foi difícil. O Grêmio abriu 3 a 0 no primeiro tempo e perdeu de virada por 5 a 4 para o Fluminense, pela terceira rodada do Brasileirão. No fim da partida, os jogadores reconheceram os erros e revelaram que existem coisas “erradas” no time que precisam ser reconhecidas.

Aos 21 minutos do primeiro tempo estava 3 a 0 para o Grêmio, com gols de André, Everton e Jean Pyerre. Minutos depois Yony e Luciano descontaram para o Flu, este em uma falha de Júlio César. Na etapa final, Pedro e Matheus Ferraz viraram para os cariocas, porém, Kannemann empatou logo depois. E nos acréscimos, Yony fechou a conta e decretou a vitória.

– A gente não pode fazer três gols e levar uma virada desse jeito. Inadmissível. Vamos ter que rever algumas coisas, um placar tão elástico como esse. Não podemos sofrer apagão e tomar a virada do jeito que foi – comentou o atacante.

Se no Gauchão o Grêmio teve a melhor defesa do campeonato com apenas um gol sofrido, a coisa não é bem assim no Brasileirão. Em três rodadas já são oito gols sofridos. Na análise de Kannemann, alguma coisa não está certa e é preciso corrigir logo.

– Quando um toma cinco gols é porque alguma coisa tá errada. Temos que corrigir. Ganhávamos por 3 a 0. Depois o Fluminense vira o jogo. Jogo maluco de ida e volta. Infelizmente hoje perdemos. Mas é olhar para frente e continuar trabalhando – disse o argentino após o apito final.

Para o próprio atacante André, o Grêmio não teve uma boa atuação e pagou por isso, mas não também não pode ficar remoendo a derrota. Afinal, o Tricolor joga a vida na Libertadores nesta quarta-feira, contra a Universidad Católica, também na Arena.

– Uma desatenção, demos bobeira, não dá pra ficar remoendo. Quarta-feira tem jogo importante. É recolher, quarta não pode dar essas bobeiras que deu hoje – lamentou o atacante.

Com o resultado, o Grêmio soma um ponto e ocupa a 18ª posição. Na próxima rodada, o Tricolor vai até São Paulo enfrentar o Corinthians. A partida será disputada no sábado, às 19h, na Arena. Antes, no entanto, volta a concentrar forças na Libertadores. Nesta quarta, às 19h15, o time recebe a Universidad Católica para tentar carimbar classificação às oitavas de final.



Veja também