Sem 7 titulares, Grêmio segura pressão e volta a vencer graças a gol contra bisonho

29 de maio de 2011 - Às 20:56
Tricolor superou os desfalques, e com raça, segurou a vantagem conquistando a primeira vitória
Pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro em Curitiba, o Grêmio entrou em campo sem oito titulares, que estão no departamento médico: Gabriel, Rodolfo, Bruno Collaço, Adilson, Leandro, André Lima, Vinicius Pacheco e Mateus Magro. Após 3 derrotas seguidas, o Grêmio voltou a vencer, graças a um gol contra e uma grande atuação do goleiro Victor.
Atlético-PR0 – 1Grêmio

1º Tempo: O gol e mais nada
Como esperado, a partida começou com o time da casa pressionando. Porém, o Grêmio logo foi se impondo dentro de campo. Aos 10, Rochemback bateu e Márcio espalmou. Aos 13 minutos, Lucio jogou a bola na área do Atlético e Rafael Santos, incrivelmente chutou a bola contra o próprio gol, marcando um golaço…contra!
Após o gol o Grêmio se fechou, e o Atlético-PR foi para pressão, mas era a conhecida ‘Pressão enganosa’, e o Furacão não conseguia se infiltrar na zaga. O Grêmio quando tinha a bola, tocava com tranquilidade, sem afobação. Aos 39 minutos, após cobrança de escanteio, Junior Viçosa apareceu livre na segunda trave e cabeceou para fora.
O primeiro tempo acabou assim, vantagem gremista, sem sofrer pressão.
2º Tempo: Pressão do Atlético
Com um minuto do segundo tempo, Douglas recebeu lançamento livre na área, o meia tocou para Junior Viçosa que chutou de esquerda, da entrada da área e o goleiro defendeu. Aos 3 minutos, após cobrança de escanteio, Rafael Santos subiu livre de marcação e a bola raspou a trave de Victor.

O Atlético-PR foi para o abafa e não deixava o Grêmio respirar, eram muitos cruzamentos na área. Aos 6 minutos, após mais um escanteio cobrado, Victor conseguiu salvar novamente. Aos 9, na primeira chegada do segundo tempo, o Grêmio quase ampliou, mas Junior Viçosa perdeu mais uma chance. No lance, Neuton sofreu pênalti, mas o árbitro não marcou.

Aos 14 minutos, Nieto recebeu cruzamento e tocou de cabeça, Victor jogou para escanteio. Um minuto depois, Paulo Baier cruzou direto para o gol e Victor fez grande defesa. Aos 25 minutos, Branquinho driblou dois zagueiros e ficou de frente para Victor, que se jogou e defendeu com o pé, salvando o Grêmio.

Aos 31 minutos, Madson bateu falta com perigo, a bola passou raspando. Aos 33, Nieto recebeu novo cruzamento e tocou de cabeça, no reflexo Victor fez grande defesa e salvou o Grêmio. Era uma pressão incrível no segundo tempo, e aos 39 minutos, Nieto só não fez o gol pois a zaga salvou.

A pressão do Furacão era enorme, o árbitro deu 4 minutos de acréscimo. Aos 48 minutos, Paulinho cobrou falta no travessão.

Confira o gol abaixo, que deu os 3 primeiros pontos ao Grêmio:



Veja também