Após todas as partes envolvidas terem chegado a um acordo, falta apenas a assinatura de Pedro Rocha para que o atacante tenha o novo contrato formalizado no Grêmio. E a oficialização já tem data marcada: 10 de março. Foi o que disse o vice de futebol Odorico Roman, após o empate em 1 a 1 do Tricolor diante do Ceará pela Primeira Liga, nesta quinta-feira.

– O novo contrato do Pedro Rocha está marcado para ser assinado no dia 10 de março – resume Odorico.

Foto: Eduardo Moura

Odorico Roman também falou do mercado tricolor para o restante da temporada. Além do acerto encaminhado com o meia Gastón Fernández, da Universidad do Chile, o dirigente também disse que o clube está próximo de um novo zagueiro. E que o reforço chegaria antes da Libertadores – o Tricolor estreia diante do Zamora, na Venezuela, no próximo dia 9.

– Sobre zagueiro, estamos analisando algumas situações e poderemos ter novidade antes da Libertadores – ressalta.

FIM DE NOVELA

Após um longo imbróglio, clube e atleta enfim entraram em acordo com relação às luvas pela prorrogação do vínculo até 2019. Na última terça-feira, o clube aceitou a pedida de Pedro Rocha e de seus representantes referente a uma multa em caso de atraso no pagamento das luvas.

No acordo, o clube se compromete a pagar um valor na casa dos R$ 500 mil em 15 parcelas de cerca de R$ 35 mil. A valorização salarial, já acertada desde janeiro, se mantém para o novo vínculo, válido até o final de 2019 – o vigente ia até o final da temporada.

Pedro Rocha Atlético-MG x Grêmio (Foto: Agência Estado)
Pedro Rocha e Grêmio se acertam por renovação (Foto: Agência Estado)

Recentemente, Pedro Rocha ficou fora das últimas três partidas pelo Tricolor, em recuperação de uma tendinite no pé esquerdo. O atacante retomou os treinamentos com o restante do grupo na última semana, mas foi preservado do triunfo por 2 a 0 sobre o Cruzeiro-RS. Deve estar à disposição para o Gre-Nal do próximo sábado.

Pedro Rocha encerrou a temporada passada como protagonista do Grêmio na conquista do penta da Copa do Brasil. O atacante marcou dois gols na vitória por 3 a 1 sobre o Atlético-MG, no Mineirão, mas acabou expulso no jogo de ida da grande final. No início deste ano, se manteve como titular até ficar fora pela lesão recente. Bem antes disso, em 2015, o jogador já havia chegado a um acordo para renovar o contrato com o clube, em seu primeiro ano no elenco profissional – o que de fato não se concretizou até hoje.



Veja também