Em recuperação de fratura no pé direito, o atacante Luan virou alvo do Corinthians para 2020. Mas o Grêmio se esquiva ao falar sobre o assunto. Após a vitória sobre o Palmeiras no domingo, o vice de futebol Duda Kroeff afirmou que o clube “não sabe de nada oficialmente”. Por outro lado, também não descartou a possibilidade.

Tanto o dirigente quanto Renato Gaúcho foram questionados sobre a situação do jogador. Nas respostas, não houve posicionamento definitivo a respeito do assédio do Timão sobre Luan, revelado pelo GloboEsporte.com no último sábado. Os dirigentes gremistas garantem que não houve contato por parte do time paulista.

– Tenho ouvido isso, mas não sabemos de nada oficialmente. Sinceramente, não estamos tratando destas coisas. Claro que conversamos entre nós, mas é mais interno. Quando estivermos garantidos na fase de grupos (da Libertadores), aí vamos falar sobre a renovação do grupo – afirmou Kroeff.

Luan em ação contra o Corinthians — Foto: Raul Pereira/Agência Estado

Luan em ação contra o Corinthians — Foto: Raul Pereira/Agência Estado

Apesar de fundamental no elenco para os títulos da Copa do Brasil de 2016 e da Libertadores de 2017, o atacante não teve desempenho tão destacado nos últimos dois anos. Vinha em uma melhora como titular do Grêmio até sofrer a fratura no pé direito. Soma-se a condição atual de reserva ao alto salário e isso faz com que o negócio possa sair.

– Estávamos recuperando o Luan. Ele não vinha em uma fase boa, mas recuperou a parte física e vinha bem. Teve outra lesão séria. Faz bom tempo que está no departamento médico, acredito que não jogue mais esse ano. Mas é importante no grupo do Grêmio, para o clube – analisou Renato Gaúcho.

Conforme apurado pelo GloboEsporte.com, a intenção do Corinthians seria adquirir 50% dos direitos econômicos do atacante. Além disso, poderia envolver jogadores de seu elenco numa possível troca, o que diminuiria o valor. Já há nomes na mesa, mas eles são mantidos em sigilo.



Veja também