Renato Gaúcho até cogitou uma segunda chance, mas a trajetória de André pelo Grêmio está cada vez mais perto de um ponto final. Fora dos planos para a temporada, o atacante se aproxima de um acordo com o clube para a rescisão do contrato, válido até o final de 2021.

Em entrevista após a vitória por 4 a 3 sobre o Novo Hamburgo pela semifinal do segundo turno do Gauchão, o vice de futebol Paulo Luz afirmou que a diretoria e o estafe do atacante estão perto de um “denominador comum” para encerrar o vínculo. As tratativas são conduzidas pelo executivo Klauss Câmara.

– As tratativas seguem um rumo já bem mais próximo de um denominador comum, sob a condução do nosso executivo Klauss Câmara. Estamos mantendo com o estafe um relacionamento elevado, tratando com muito respeito a figura do atleta. É benquisto no elenco. Espero nos próximos dias ou semanas ter um desenlace que atenda aos interesse do Grêmio e do atleta – disse o dirigente.

André, centroavante do Grêmio — Foto: Lucas Uebel/Grêmio

André, centroavante do Grêmio — Foto: Lucas Uebel/Grêmio

André está fora das listas de inscritos no Gauchão e na Libertadores e apenas treina pelo clube. Seu defensor ao longo dos dois anos anteriores, Renato admitiu ainda no início do ano que mereceu as críticas por insistir tanto no atacante.

No dia da apresentação do elenco, o técnico disse que era o fim da linha para o atleta. Mas como as conversas para uma saída não evoluíram, o treinador abriu a possibilidade de ter a volta de André como alternativa a partir da retomada do Brasileirão.

Algo que não deve se concretizar com o andar das tratativas atuais. Antes da possibilide de rescisão, houve negociações com um clube dos Estados Unidos e também com os mexicanos do Monterrey. Ambas sem sucesso.

Sport e outro clube brasileiro também mostraram interesse em ter André por empréstimo, mas como as propostas previam que o Grêmio arcasse com grande parte dos salários, as negociações não avançaram. A direção tricolor também não descarta uma venda do total dos direitos.

— Estamos avaliando a situação do jogador no momento. Se empréstimo, venda total dos direitos econômicos ou rescisão unilateral do contrato. Mas nenhuma proposta no momento existe pelo atleta. A hipótese de ele ainda ser utilizado está praticamente descartada — admite o presidente Romildo Bolzan.

A saída de André significa também uma reposição no elenco, como pedido expresso de Renato. O vice de futebol Paulo Luz admite a busca por um atacante, mas evita dar detalhes. O mesmo vale para mais um lateral-esquerdo, após o retorno de Caio Henrique para o Atlético de Madrid.

– Buscamos um jogador de qualidade, nem daria as características, porque vocês são muito preparados. A tecnologia disponibilizaria vocês identificarem quem seria o atleta. O Grêmio está muito focado em fazer uma reposição devido ao Caio Henrique – disse Luz.

Contratado em 2018, André soma 74 jogos pelo Grêmio, com 11 gols marcados. Seu contrato com o Tricolor vai até o fim de 2021.



Veja também