Foto: Ricardo Giusti

A tão comentada final entre Grêmio x Real Madrid pelo Mundial de Clubes está muito próxima de começar. Em entrevista coletiva nesta sexta-feira, o atacante Luan, eleito craque da Libertadores, disse que o time sabe o que tem que fazer dentro de campo para, com muito esforço e dedicação, sair dos Emirados Árabes como bicampeão mundial.

“Não tivemos muito tempo para treinar, mas a gente não mudou em nenhum momento a maneira de atuar. A gente já sabe o que tem que fazer dentro de campo. O Renato ainda vai passar algumas coisas sobre o time deles.”

Luan comentou ainda que a decisão é um dos jogos mais importantes da sua vida. O outro foi a grande final olímpica, quando, nos pênaltis, o Brasil conquistou a medalha de ouro em cima da Alemanha.

Sobre uma alteração na equipe, como a entrada de Jael no lugar de Lucas Barrios, o jovem atacante do Grêmio falou que independente de quem jogue, ambos estão dispostos a ajudar o Grêmio. “Eles têm características parecidas e são ótimos jogadores”.

Luan reforçou o discurso de outros companheiros: não mudar o estilo de jogo. “Tem que ser da maneira que foi o ano todo. Não adianta chegar agora e por ser uma final de Mundial querer mudar. Temos que fazer o que temos feito.”

Ser decisivo

“A gente não chegou até aqui pelo individual, mas sim pelo coletivo que tem. Sei da minha capacidade, o que posso fazer pela equipe. Vou dar o meu máximo amanhã”.



Veja também