O Grêmio protagonista, dono das ações deu uma resposta à altura após perder o primeiro turno do Gauchão. Justamente no último teste antes da estreia pela Libertadores.

Na manhã de sábado, o Tricolor venceu o Juventude por 3 a 0 na abertura do da segunda parte do campeonato estadual com inúmeras oportunidades de gol – inclusive pênalti desperdiçado – e Maicon como o maestro na criação. Além disso, Pepê teve mais uma jornada inspirada e ganha pontos na hierarquia para buscar a titularidade.

Disposto a apagar a má impressão deixada na decisão do fim de semana passado, quando foi derrotado por 1 a 0 para o Caxias, Renato mandou a campo um time misto na Arena. A ideia era levantar o moral com uma atuação convincente e dar ritmo a alguns atletas. Deu tudo certo.

Pepê deu mais um passo em busca da titularidade — Foto: Grêmio FBPA/Divulgação

Pepê deu mais um passo em busca da titularidade — Foto: Grêmio FBPA/Divulgação

Muito pelo desempenho de Maicon. Homenageado antes da partida em razão dos 200 jogos pelo clube, o camisa 8 ditou o ritmo da partida. Distribuía os passes e municiava os companheiros para aproximarem-se do gol adversário. Foi com um toque seu que a jogada para o gol de Pepê iniciou-se.

O atacante, aliás, a cada dia complica mais a situação de Renato. Pepê não deixou tranquilo o sistema defensivo do Juventude. Além do primeiro gol, tabelou com Caio Henrique, que sofreu o pênalti convertido por Diego Souza, e cavou mais um, desperdiçado por Alisson, seu principal concorrente no time titular.

– O Pepê cresceu muito no profissional e nos ajudou bastante. Merecidamente foi convocado à Seleção (sub-23). É mais um garoto criado aqui. Demos uma lapidada boa. Cresceu e ainda pode crescer. Você nem pode considerar titular ou reserva. Ele briga com os demais. É questão de oportunidade. Toda vez que é chamado, dá conta do recado – vibra Renato.

Caio Henrique aprovou em estreia como titular — Foto: Grêmio FBPA / Divulgação

Caio Henrique aprovou em estreia como titular — Foto: Grêmio FBPA / Divulgação

Quem também mostrou serviço foi Caio Henrique. Em sua primeira partida como titular, chancelou a volúpia ofensiva. Apareceu como mais uma opção à frente, com facilidade para tramar as jogadas, a exemplo do pênalti sofrido.

Volta de Geromel anima

O treinador ainda teve uma confirmação para terça-feira, na estreia da Libertadores. Em seu primeiro jogo em 2020, Pedro Geromel, recuperado de cirurgia no joelho direito, apresentou a tranquilidade e qualidade habituais. Será o parceiro de David Braz na Colômbia, contra o América de Cali, já que Kannemann aprimora a parte física após um procedimento no pé esquerdo.

– Geromel jogou e foi bem. Aguardaremos 24 horas, mas não acredito que teremos problemas. Falei com o médico e acredito que o terei no jogo de terça – revelou Renato.

Jogadores do Grêmio comemoram vitória sobre o Juventude — Foto: Grêmio FBPA/Divulgação

Jogadores do Grêmio comemoram vitória sobre o Juventude — Foto: Grêmio FBPA/Divulgação

Outros dois jogadores cruciais para o time devem voltar: Matheus Henrique e Everton. A dupla acabou preservada em razão de problemas nos tornozelos (não especificados quais). A decisão foi mais uma precaução em função do período na temporada do que uma preocupação.

– Matheus e Everton estavam com problemas. Se fosse uma decisão de campeonato, talvez os colocasse. Temos um grupo bom e não era o caso. Foram poupados, mas têm treinado.Quem dará a resposta são eles. É praticamente o mesmo problema no tornozelo. Se treinarem segunda, eles garantem a presença na terça – finalizou o treinador.

Repleto de alternativas e revigorado, o Grêmio começa o trabalho focado no tetracampeonato da Libertadores. Na manhã deste domingo, a delegação viaja a Cali. A partida contra o América está marcada para terça, às 21h30, pela primeira rodada do Grupo E.



Veja também