A próxima quarta-feira será de um reencontro de peso. Atualmente no Flamengo, o ídolo Renato Portaluppi estará novamente na Arena, agora como adversário. O Grêmio, na figura do também ídolo Luiz Felipe Scolari, já afirmou que o treinador será bem recebido como sempre foi, ao mesmo tempo em que tira o peso do confronto pelas quartas de final da Copa do Brasil.

O torneio eliminatório não está exatamente nas pretensões gremistas, que coloca todo o esforço momentâneo em fugir da zona de rebaixamento no Campeonato Brasileiro. Mas o duelo com o Flamengo vai ser especial justamente pelo reencontro com Renato, que pela primeira vez estará na Arena no banco de reservas visitante.

Renato deixou o Grêmio em abril deste ano, após quatro anos e sete meses no comando do time. Nesse meio tempo, o Tricolor contratou e demitiu Tiago Nunes e acertou o retorno de Felipão para o lugar dele, enquanto Renato substituiu Rogério Ceni no clube carioca.

– Não estamos pensando apenas no Flamengo do Renato, mas esperamos recebê-lo de braços abertos. Aqui é sua casa também. Vamos enfrentar o Flamengo baseado no que conhecemos, na nossa possibilidade de jogar uma partida interessante com o Flamengo em casa, respeitando e mostrando as nossas condições ao Flamengo – disse Felipão após a vitória sobre o Bahia, na noite de sábado.

Não estamos pensando apenas no Flamengo do Renato, mas esperamos recebê-lo de braços abertos. Aqui é sua casa também”— Felipão

Renato e Felipão se encontrarão novamente na Arena gremista — Foto: AFP

Renato e Felipão se encontrarão novamente na Arena gremista — Foto: AFP

Depois da partida na Arena, o presidente Romildo Bolzan Júnior também deixou claro que o Tricolor coloca todas as atenções e forças na reação no Brasileirão, isto é, sair o quanto antes da zona de rebaixamento. Com o bom resultado, o Tricolor pulou para a 17ª colocação, com 16 pontos, e fechou o domingo a um ponto de deixar o Z-4.

Apesar de garantir usar força máxima nos confrontos das quartas de final, o dirigente evitou, por exemplo, projetar qualquer chance de título na competição.

– Não, neste momento nem pensar nisso, longe disso. Não tem essa pretensão, a única disputa que faz é sair da zona de rebaixamento e equilibrar o time para ver onde pode chegar, ver o desempenho dos outros times, daquilo que tem na volta, quem está disputando conosco. Basicamente, nosso problema hoje é um só. Equilibrar a tabela e depois verificar com o equilíbrio do time onde podemos chegar. Sinceramente, não alimento nada mais neste momento além de consolidar uma zona confortável no Brasileiro – apontou Bolzan.

O Grêmio treinou neste domingo e volta a trabalhar na tarde de segunda-feira para o confronto. Na quarta, encara o Flamengo, às 21h30, na Arena. No sábado, recebe o Corinthians, também em Porto Alegre, pela 18ª rodada do Brasileirão.



Veja também