O presidente do Grêmio, Romildo Bolzan Júnior, trata com a Federação Gaúcha de Futebol (FGF) uma alteração no local do jogo da próxima rodada do Campeonato Gaúcho. O clube quer usar o CT Hélio Dourado, em Eldorado do Sul, na região metropolitana de Porto Alegre, para receber o duelo com o Ypiranga, no domingo, às 11h. O mando de campo é do Tricolor.

O clube encaminhou um ofício à FGF e trata da mudança diretamente com o presidente da FGF, Luciano Hocsman, mas precisa também do aval da prefeitura de Eldorado. As autoridades municipais deram um parecer favorável informalmente, mas isso precisa ser confirmado. A federação irá definir os locais após o final da rodada, na noite desta quinta.

— Tenho conversado com a diretoria, com o presidente, nossa intenção é jogar em Eldorado no domingo. O principal é o gramado. Só vai depender da Federação, se der o ok, vamos lá. Atravessamos a ponte, se o campo estiver da maneira que for passada para mim, e ninguém colocar obstáculo, vamos jogar em Eldorado no próximo domingo — destacou Renato após a vitória no Gre-Nal, disputado em Caxias do Sul, na noite de quarta-feira.

Gramado do CT Hélio Dourado, do Grêmio, é elogiado — Foto: Arquivo Pessoal

Gramado do CT Hélio Dourado, do Grêmio, é elogiado — Foto: Arquivo Pessoal

A Prefeitura de Caxias do Sul deve proibir os jogos restantes da dupla Gre-Nal na cidade. O Tricolor recebe o Ypiranga no domingo em duelo que estava marcado para o Alfredo Jaconi. Mas as autoridades rechaçaram manter as partidas de clubes de fora de Caxias na cidade.

Ao mesmo tempo, o Grêmio já tratava com as autoridades municipais a liberação para treinos no CT de Eldorado, que abriga as categorias de formação do clube. A diretoria das categorias de base estava em tratativas com a prefeitura municipal para poder retomar as atividades dos jovens no local. A CBF confirmou o início do Brasileirão sub-20 para o fim de setembro.

A Comissão da Saúde do município estava analisando os protocolos de segurança sanitária apresentados pelo Grêmio para dar o parecer a prefeito de Eldorado, Ernani Gonçalves, sobre a liberação ou não para as atividade dos jovens.



Veja também