O Grêmio promoveu, de forma emergencial, o lateral-direito Vanderson ao time principal. O garoto de 19 anos sobe temporariamente para o lugar de Orejuela, à serviço da seleção da Colômbia, e está relacionado para o jogo com o Cuiabá, nesta quarta-feira, pela Copa do Brasil. A multa rescisória é de 50 milhões de euros (R$ 320 milhões).

Vanderson lateral-direito Grêmio time sub-23, transição — Foto: Rodrigo Fatturi/DVG/Grêmio

Vanderson lateral-direito Grêmio time sub-23, transição — Foto: Rodrigo Fatturi/DVG/Grêmio

Conforme apurado pelo ge, Vanderson foi chamado pela comissão técnica de Renato Portaluppi para compor o treino do time principal na segunda-feira. Ele também treinou nesta terça e ficará no banco de reservas contra o Cuiabá.

Com Orejuela convocado, o Grêmio teria apenas Victor Ferraz para a posição no jogo desta quarta. Por isso Vanderson foi chamado nos últimos dias para ser suplente. O garoto é titular do time sub-23, posto que manterá nesta quinta, contra o Bragantino, e vem disputando o Brasileirão de Aspirantes.

No início de junho, o ge noticiou que Vanderson já era observado pelo técnico Renato após boas atuações no vice-campeonato da Copa São Paulo. O lateral renovou seu contrato até o fim de 2022 com possibilidade de ampliar por mais um ano ainda.

Grêmio e Cuiabá se enfrentam às 16h30 desta quarta-feira, na Arena, pelo jogo de volta das quartas de final da Copa do Brasil. O Tricolor venceu a ida por 2 a 1 e se classifica com um empate. Se perder por um gol, leva a decisão para os pênaltis. Derrota a partir de dois gols elimina o time. Não há o critério de gol qualificado na competição.



Veja também