Apesar de ter convocado a torcida nos últimos dias, o Grêmio não vai conseguir preencher os espaços da Arena diante do Novorizontino-SP na noite desta terça-feira (7). O Tricolor confirma que a projeção atualizada de espectadores para o confronto é de 10 mil no estádio. O clube tratou de realizar promoções para o duelo, mas que não surtiram o efeito desejado.

Na última semana, além das declarações da direção, a instituição adotou a estratégia de reforçar os benefícios aos associados. As medidas são motivadas pela falta de controle sob os preços dos ingressos, que são determinados pela Arena Porto-Alegrense, que gere o local.

O valor mais barato para o público em geral custa R$ 50 (R$ 25 meia-entrada). Até o começo da manhã desta terça, cerca de 2 mil lugares tinham sido comercializados.

Sendo assim, o Grêmio, que possui o direito de colocar cerca de 25 mil sócios na Arena por partida, tenta levar mais sócios. Nos cálculos atuais, com vendas e sinalizações, apenas 10 mil torcedores comparecerão no jogo que poderá aproximar o Tricolor do G-4 da Série B.

Outra consideração feita pela direção é o horário do enfrentamento, que será às 21h30min. O clube tentou a modificação junto à CBF, mas o pedido foi negado pelo prazo exigido pelo Estatuto do Torcedor.



Veja também