O Grêmio enfrentou o Ypiranga na manhã deste domingo no CT Hélio Carvalho em partida válida pela 5ª rodada do segundo turno do Estadual e acabou empatando por 1 a 1. Diego Souza marcou o gol do Tricolor enquanto Muriel empatou. O resultado tirou os 100% do Grêmio que pressionou muito, teve mais posse de bola mas esbarrou na forte marcação do time do Ypiranga.

Na quarta-feira o Tricolor enfrente o Novo Hamburgo pela última rodada do returno. Tricolor já garantiu a liderança do Grupo B.

Escalação inicial: Vanderlei, Victor Ferraz, Geromel, Kannemann, Guilherme Guedes, Lucas Silva, Matheus Henrique, Alisson, Jean Pyerre, Everton, Diego Souza

PRIMEIRO TEMPO
Logo no início, o Tricolor já teve grande chance com Diego Souza na cara do gol, mas o goleiro levou a melhor. O Ypiranga teve uma chance de cabeça aos 4 minutos que Vanderlei defendeu sem sustos.

O Tricolor tinha mais posse de bola, buscava espaços na defesa do Ypiranga mas não conseguia infiltração para criar grandes oportunidades. Sempre rondando a área do time visitante, o Grêmio buscava enquanto não sofria risco algum sequer na defesa.

De tanto rondar a área adversária, o Grêmio achou seu gol. Aos 38 minutos, Everton recebeu na linha de fundo e cruzou, o goleiro Deivity desviou na bola, não conseguiu cortar com força e Diego Souza no meio da área escorou para o gol vazio, de voleio, abrindo o placar no CT.

Aos 43 minutos, Muriel arriscou chute de longe, a bola bateu na trave e entrou, sem chances para Vanderlei, empatando a partida. Aos 49, Lucas Silva cobrou falta da intermediária com muita força e o goleiro Deivity espalmou.

SEGUNDO TEMPO
Na etapa final, mesmo panorama. Grêmio com mais posse de bola, pressionando, mas sem conseguir grandes oportunidades. O Ypiranga buscava se segurar de todas as formas.

Sem conseguir o segundo gol, o técnico Renato fez alterações deixando o Tricolor mais ofensivo, com quatro atacantes. O Tricolor abusava dos cruzamentos já que não conseguia penetrar na forte marcação do time canarinho.

O Tricolor teve chance de vencer aos 45 minutos. Everton deixou Matheus Henrique na cara do gol, mas bateu em cima do goleiro, perdendo a chance da vitória.



Veja também