Grêmio prepara meio com Michel e deve ter Paulo Miranda e André contra o Flamengo

Renato deve usar mesma estratégia escalada contra o River, na Argentina, ano passado

23 de outubro de 2019 - Às 13:08

O Grêmio terá mudanças para encarar o Flamengo, na noite desta quarta-feira, no segundo jogo da semifinal da Libertadores no Maracanã. O volante Michel será titular no meio-campo. Além disso, a tendência é da utilização de Paulo Miranda na lateral direita, com Léo Moura como opção no banco de reservas, e o centroavante André no setor ofensivo.

A provável escalação tem Paulo Victor; Paulo Miranda, Geromel, Kannemann e Cortez; Michel, Maicon e Matheus Henrique; Alisson, Everton e André.

Renato Gaúcho deve mudar time do Grêmio — Foto: Eduardo Moura

Renato Gaúcho deve mudar time do Grêmio — Foto: Eduardo Moura

O Grêmio enfrenta o Flamengo às 21h30 desta quarta-feira, no Maracanã, pelo jogo de volta da semifinal da Libertadores. A TV Globo transmite ao vivo para todo Brasil, com Galvão Bueno, Caio Ribeiro Júnior e Paulo César Oliveira (Central do Apito). O GloboEsporte.com acompanha em Tempo Real, transmite o pré-jogo a partir das 19h30 e também as entrevistas e análises após a partida.

Michel formará um trio de volantes com Maicon e Matheus Henrique no setor. Entra na vaga ocupada por Luan na Arena, já que o camisa 7 sofreu uma fissura no pé direito e não deve atuar mais em 2019. Na entrevista coletiva de ontem, no entanto, Renato afirmou que não havia motivos para mudanças.

– Não é porque jogamos mal que temos que mudar. Temos que mudar postura, buscar futebol que sempre jogamos. E também não vou ficar falando mais aqui, daqui a pouco vou dar a preleção aqui para o Jesus – brincou Renato em sua entrevista coletiva.

Na lateral, Paulo Miranda passou à frente de Léo Moura e deve ser o escolhido para a partida. O zagueiro atuaria pelo setor para dar mais segurança defensiva. Renato usou o defensor nesta função durante o segundo tempo da vitória sobre o Atlético-MG no Independência. No último sábado, ele jogou os 90 minutos na zaga e fez o gol gremista na derrota para o Fortaleza.

No ataque, Renato deve optar pela força física e altura de André para brigar com os zagueiros do Flamengo. Mesmo em momento ruim, a característica de um centroavante é vista como decisiva para esta partida.

Estratégia repetida

Michel marca contra o River Plate em 2018  — Foto: Lucas Uebel / Grêmio, DVG

Michel marca contra o River Plate em 2018 — Foto: Lucas Uebel / Grêmio, DVG

O formato será exatamente o mesmo utilizado pelo Grêmio contra o River Plate, na semifinal do ano passado, no Monumental de Nuñez. Na ocasião, Renato escalou Maicon, Cícero e Michel no meio-campo. Jael foi o atacante, com Alisson e Ramiro nas pontas, aí sim uma diferença de característica para a semi deste ano. Na ocasião, Everton e Luan estavam lesionados.

Naquele jogo, o volante Michel, novidade no time, anotou o gol da vitória por 1 a 0 na Argentina. Apesar da vantagem, o Grêmio ainda abriu o placar na Arena, mas tomou dois gols no final do jogo e foi eliminado da competição. Em um dos lances, a bola desvia na mão de Borré antes de ir para o gol, mas o VAR nada marcou.

O Grêmio precisa vencer o Flamengo para chegar à final da Libertadores ou então empatar, mas com dois ou mais gols marcados no Maracanã. Novo 1 a 1 leva a decisão para os pênaltis.



Veja também