Lucas Uebel / Grêmio/Divulgação

O Grêmio deve promover diversas mudanças na equipe para o jogo contra o Sampaio Corrêa, no próximo sábado (18), pela 13ª rodada da Série B. Mesmo que o técnico Roger Machado não pretenda alterar a fotografia do time, as baixas por lesão e suspensão e os retornos do departamento médico farão o Tricolor ter até cinco alterações na escalação.

No empate em 0 a 0 com o Sport, na segunda-feira (13), Roger perdeu dois atletas para a próxima rodada: o zagueiro Kannemann, expulso, e o lateral Edílson, que deixou o gramado com um problema muscular.

Na zaga, o argentino deve ser substituído naturalmente por Bruno Alves, que está recuperado da covid-19. O problema mesmo, porém, está na ala direita. Como Rodrigo Ferreira segue no departamento médico, o treinador deve improvisar o garoto Varela, que vem trabalhando nesta função nos treinos.

Já no setor ofensivo, o Grêmio terá o retorno de Diego Souza, que não viajou a Recife por conta de um quadro de amigdalite. Além disso, no meio-campo, o time contará novamente com Bitello, que iniciou no banco por uma opção tática pontual de Roger.

Outra dúvida está no gol. Em recuperação de uma lesão na panturrilha direita, Brenno será reavaliado ao longo da semana. Se ele não puder atuar, Gabriel Grando permanecerá como titular.

O provável time do Grêmio para enfrentar o Sampaio Corrêa, às 11h de sábado, tem: Brenno (Gabriel Grando); Rodrigues, Geromel e Bruno Alves; Varela, Villasanti, Bitello e Nicolas; Janderson, Diego Souza e Biel.



Veja também