Foto: Eduardo Florão

O Grêmio age nos bastidores e persiste na tentativa de derrubar a liminar do STJD que o impede de ter torcida em seus jogos na Arena e também como visitante. Enquanto isso, torcedores se organizam para ir à Arena Condá no sábado, dia em que o Tricolor enfrenta a Chapecoense pela 34ª rodada do Brasileirão.

O departamento jurídico do Grêmio aguarda análise do pedido de reconsideração com efeito suspensivo à decisão liminar dada pelo presidente do STJD. Porém, a informação é que não há prazo para uma resposta.

O clube está obrigado a receber os jogos na Arena com portões fechados após a invasão de campo e depredação da cabine do VAR depois da derrota para o Palmeiras, no início do mês. Nas partidas fora de casa, a torcida está proibida de acessar o espaço visitante.

O diretor jurídico Nestor Hein está afastado do caso por conta das desavenças públicas com o presidente do órgão Otávio Noronha, que move um processo contra o dirigente gremista por conta de recentes manifestações sobre decisões do tribunal.

– Estamos trabalhando muito junto ao STJD e sistema jurídico de buscar rapidamente a devolução do direito do nosso sócio e torcedor frequentar o estádio, para ver se já temos público no jogo em Chapecó, Flamengo – disse o presidente Romildo Bolzan Jr. após vitória do Grêmio contra o Bragantino.

Torcida vai à Arena Condá

Enquanto age nos bastidores, publicamente o Grêmio já realizou um apelo para receber o apoio da torcida.

– Já faço o chamamento para o torcedor do oeste catarinense. Vamos incendiar Chapecó. O torcedor do Grêmio é muito forte no oeste, contamos com o apoio – disse o vice-presidente Denis Abrahão também na terça-feira.

A consulesa Lucivete Agostini, de Chapecó, orienta que os torcedores comprem ingressos normalmente para ir à Arena Condá. Porém, se vistam de forma neutra, sem identificação ao Grêmio.

– Nesse momento, o que orientamos aos torcedores é que o acesso à Arena Condá está liberado, desde que adquira o ingresso junto à Chapecoense, que podem ir em todos setores sem vestir o manto sagrado do Grêmio, neutro. Orientação que tenho é que, se você é torcedor e vier, você estará dentro dos torcedores da Chapecoense. Comporte-se para que o Grêmio não tenha uma irregularidade – disse Agostini ao ge.

Já a assessoria do STJD reforça a decisão em vigor e que o Grêmio não tem direito a ingressos como visitante, ou seja, o torcedor gremista está proibido de frequentar partidas até que caia a sentença. Além disso, é dever do clube mandante, a Chape, fiscalizar e proibir a entrada de torcedores identificados com o time gaúcho.



Veja também