Grêmio perde para o Juventude em Caxias do Sul: 2 a 1

29 de janeiro de 2012 - Às 21:02
Pela 3ª Rodada do Campeonato Gaúcho, o Grêmio foi à Caxias do Sul enfrentar o Juventude, e acabou derrotado por 2 a 1, acumulando sua segunda derrota na competição. O jogo foi bastante equilibrado e disputado até demais em alguns momentos. O Juventude mereceu a vitória e Victor foi o melhor em campo.

A partida já começou com polêmica. A bola bateu no braço de Mário Fernandes logo aos 3 minutos, mas o árbitro mandou seguir. Dois minutos mais tarde, o Grêmio chegou pela primeira vez. Júlio César saiu driblando e cruzou para Kléber, mas Jonatas defendeu.
Aos 10 minutos, o time da casa teve sua primeira grande chance em chute de Zulu, de dentro da área, mas o goleiro Victor fez grande defesa. Aos 17, a especialidade de Marcelo Moreno quase resultou em empate, mas o toque de cabeça foi para fora. A partida continuou em um ritmo muito acelerado, e o Juventude teve boa chance com Athos aos 31, mas o goleiro Victor fez uma grande defesa.
No ataque seguinte, Saimon fez pênalti. Zulu deslocou Victor e marcou. A partida era tensa, vários cartões amarelos foram mostrados na primeira etapa. E após o gol, a placa de vidro que separa a torcida do gramado foi quebrada. Aos 43, Kléber chutou para boa defesa de Jonatas. O primeiro tempo acabou assim, muito equilíbrio e o time da casa em vantagem.
No segundo tempo, sem mudanças, aos 6 minutos Jonatas Belusso arriscou de fora da área e Victor teve que se virar mais uma vez para evitar o segundo gol. Aos 10 minutos, Bruno Salvador fez falta fora do lance em Saimon e recebeu vermelho, deixando o Ju com um homem a menos.
Porém, aos 14 minutos, Athos cobrou falta e Douglas Grolli mandou contra o próprio gol. Dois minutos mais tarde as coisas pioraram. O árbitro piorou tudo. Deu vermelho para Gabriel, que não fez simplesmente nada no jogador do Juventude. O time da casa estava melhor na partida e esteve muito próximo de marcar o terceiro aos 27 minutos, mas Everton bateu fraco.
Aos 29 minutos, Marcelo Moreno bateu de dentro da área, e o goleiro do Juventude espalmou. Aos 36, após cobrança de escanteio, Marquinhos bateu livre, mas desequilibrado e o goleiro defendeu fácil. E Victor, o melhor em campo, ainda conseguiu salvar aos 43 minutos, após chute de Nico Martinez. 
Dois minutos mais tarde, Kléber descontou batendo pênalti. Minutos depois, Mário Fernandes teve chance de empatar após cruzamento, mas chutou para fora. A partida terminou assim.


Veja também