Grêmio perde a invencibilidade do Gauchão com derrota para o Novo Hamburgo

13 de fevereiro de 2011 - Às 20:55
Tricolor encara o Ypiranga nas quartas de final da Taça Piratini

Estreia de Carlos Alberto foi com derrota

Apenas cumprindo tabela, o Grêmio entrou em campo com o time titular, e nem mesmo com a estreia de Carlos Alberto, o Tricolor não foi bem e perdeu para a vontade e animação do time da casa, que precisava da vitória para se classificar, e isso aconteceu, graças a gols de Cláudio Luiz e Rodrigo Mendes.

Tricolor perdeu a sequência de 15 jogos de invencibilidade
Primeiro tempo morno
O jogo nem bem começou e Carlos Alberto, logo a um minuto, deu seu primeiro chute com a camisa do Grêmio, forte, mas para fora. Aos 9 minutos, Juba avançou e bateu da entrada da área, Victor salvou. Dois minutos depois, Juba apareceu novamente chutando, a bola desviou em Paulão, mas Victor defendeu mais uma.
O time da casa pressionava em busca da vitória e a classificação, que só viria com uma vitória sobre o melhor time do Gauchão.

Aos poucos, o Grêmio foi equilibrando a partida, e com André Lima, Borges e Carlos Alberto aparecendo bem, até tentaram criar algumas chances, mas sem sucesso e com boa atuação do goleiro Eduardo Martini, o placar do primeiro tempo ficou mesmo no 0 a 0.

Começo ruim da etapa final, determinou a derrota
No segundo tempo, aos 12 minutos, Paulão derrubou Fabinho na area e o árbitro deu pênalti. O zagueirão Cláudio Luiz bateu o pênalti e abriu o placar. Renato Gaúcho tirou um meia e colocou um atacante. Grande erro. Aos 15 minutos, Marcio Hahn bateu de fora da área, Victor espalmou e Rodrigo Mendes aproveitou o rebote, ampliando a vantagem.

Aos 22 minutos, enfim o Grêmio acordou. Borges recebeu na área e bateu, Eduardo Martini fez grande defesa. Aos 26, Maylson fez boa jogada e bateu, o goleiro espalmou e Diego Clementino perdeu um gol incrível, chutando longe. Aos 27 Maylson tentou de novo, mas chutou cruzado, para fora, com perigo.

Aos 35 minutos, Evaldo recebeu cartão vermelho após falta em Lucio, com dois cartões amarelos. Mas mesmo com um a mais, o Grêmio não conseguiu reagir, e o Novo Hamburgo segurou o resultado.

Mesmo com a derrota, o Grêmio terminou a primeira fase na liderança do Grupo 2 com 17 pontos e a melhor campanha da primeira fase, mas perdendo a invencibilidade de 15 jogos.
O Novo Hamburgo conseguiu a classificação ficando com 13 pontos, na 3ª posição do Grupo 1.

Texo de Giovani Mattiollo


Veja também