Grêmio perde com dois gols de Montillo e jejum chega a cinco jogos

7 de julho de 2011 - Às 00:24
Grêmio perde e está a cinco jogos sem vencer

Cruzeiro e Grêmio entraram em campo em situação opostas. O Cruzeiro buscava a 3ª vitória seguida, enquanto o Grêmio tentava vencer após 4 jogos de jejum. Montillo, o artilheiro do Brasileirão foi decisivo e marcou os dois gols da partida, dois golaços. O Grêmio teve volume de jogo, porém poucas boas chances de gol.


Argentino Montillo é artilheiro do Brasileirão com seis gols

1º Tempo
Como esperado, apoiado pela torcida, o Cruzeiro começou o jogo pressionando no campo de ataque. Porém, o Grêmio começou a melhorar. Aos 10, Escudero teve boa chance de cabeça, mas Fábio pegou. Aos 12, Leandro tomou um tapa na cara do jogador do Cruzeiro, mas o árbitro  apenas deu bola ao chão.

Aos 26 minutos, Fabricio cruzou de longe, a bola passou por toda a zaga e Montillo apareceu completamente livre, chutando de primeira e fazendo um belo gol. Um minuto depois, a resposta do Grêmio veio com Leandro, que fez fila na zaga do Cruzeiro, mas Leandro Guerreiro salvou dentro da pequena área.

O Jogo era muito equilibrado, as duas equipes tinham boas chances de gol e atacavam, era o jogo cá e lá. Porém, o Grêmio pecou no número de passes errados. 

Gilberto Silva teve fraca estreia

2º Tempo
O Grêmio começou o segundo tempo ofensivo, indo para o ataque e pressionando o time da casa. Aos 8, Marquinhos recebeu na área e cruzou para André Lima que estava livre, mas Naldo salvou o Cruzeiro na hora H.

Aos 9, Rochemback errou na saída de bola, Wallyson chegou a linha de fundo e rolou para Montillo bater bonito, no ângulo, e ampliar o placar para o time da casa, no momento em que o Grêmio era melhor.

Aos 17, Leandro recebeu de Neuton e bateu, a bola passou muito perto do gol de Fábio. Miralles entrou aos 20 minutos, no lugar de Escudero, que nada fez. O Grêmio até tentava, mas não conseguia criar grandes chances de gol. Aos 31, Marquinhos cruzou e Wallyson quase fez o terceiro gol do time da casa.

Aos 38 minutos, Leandro aproveitou bola livre dentro da área e chutou, Fábio, no susto, fez a defesa e salvou o Cruzeiro em um milagre.

O Grêmio jogou bem, mostrou evolução, mas falhas individuais deram uma ducha de água fria no time Gremista. 

Grêmio teve ‘apenas’ 36 passes errados. 



Veja também