Grêmio não vê relação entre gols sofridos e falta de zagueiros, mas busca reforço “para ontem”

Com Geromel poupado e Paulo Miranda e Marcelo Oliveira lesionados, Michel precisou atuar mais uma vez improvisado na derrota por 5 a 4 para o Fluminense

6 de maio de 2019 - Às 18:04

A derrota por 5 a 4 para o Fluminense, de virada, trouxe à tona um assunto recorrente no Grêmio: a falta de zagueiros no elenco. Com Geromel poupado e Paulo Miranda e Marcelo Oliveira machucados, Michel precisou atuar novamente improvisado no setor, ao lado de Kannemann. Na avaliação de Renato Gaúcho e da direção, o resultado não passou pelo volante, mas o clube admite apressar a busca por um reforço para a posição “para ontem”.

Com os cinco gols sofridos no domingo, o Grêmio tem a pior defesa do Brasileirão, com oito no total. Uma marca considerada impensável para um time que foi vazado apenas uma única vez no Campeonato Gaúcho, no qual se sagrou bicampeão.

Nas três partidas até aqui no nacional, a dupla de zaga titular, Geromel e Kannemann, jogou apenas uma única vez, na derrota por 2 a 1 para o Santos, na estreia. Michel foi improvisado contra o Avaí e contra o Fluminense, ora no lugar de Kannemann, ora no lugar de Geromel.

– Não acho que a derrota de hoje (domingo) tenha passado pelo Michel. Houve a infelicidade lá contra o Avaí (gol contra), mas ele vinha fazendo uma boa partida. Acho que o Grêmio precisa, do ponto de vista de números, talvez não um, mas até dois zagueiros. Sinceramente não vejo relação do jogo de hoje com a falta de zagueiro – avaliou o diretor de futebol Alberto Guerra após a partida.

Além da dupla titular, o Grêmio conta com mais três zagueiros no elenco. Dois deles atualmente não têm condições de atuar. Marcelo Oliveira rompeu três ligamentos do joelho direito no fim de março, contra o Juventude, e tem previsão de retorno no final do segundo semestre. Já Paulo Miranda se recupera de um estiramento muscular na coxa direita e não joga desde o Gre-Nal de 17 de março. O outro é o garoto Rodrigues, recém-promovido ao time profissional e que ainda não foi utilizado por Renato.

A situação faz a direção acelerar a busca por um reforço para a posição. Alberto Guerra não considera erro de planejamento da diretoria, mas quer anunciar um reforço o mais rápido possível. A expectativa é integrar mais um zagueiro ao grupo de Renato Gaúcho até a parada para a Copa América. Ou seja, até a nona rodada do Brasileirão, no dia 12 de junho.

– A autocrítica que eu faço é que realmente o Grêmio já devia ter resolvido essa questão. Mas justamente porque o Grêmio vem de bons momentos, do título gaúcho, de uma temporada no ano passado exitosa, chegou até uma semifinal de Libertadores, a gente tem tido essa cautela. A gente pretende anunciar para ontem, antes da Copa América se possível – completou Guerra.

Paulo Miranda está prestes a completar dois meses sem jogar — Foto: Eduardo Moura

Paulo Miranda está prestes a completar dois meses sem jogar — Foto: Eduardo Moura

Dois nomes despontam no radar gremista. O principal deles é Gil, ex-Corinthians, atualmente no Shandong Luneng, da China. O outro jogador que interessa é o argentino Alexander Barboza, do modesto Defensa y Justicia, mas que pertence ao River Plate.

Com o resultado, o Grêmio segue sem vencer no Campeonato Brasileiro e é 18º colocado, com um ponto. Na próxima rodada, o Tricolor vai até São Paulo enfrentar o Corinthians. A partida será disputada no sábado, às 19h, na Arena. Antes, no entanto, volta a concentrar forças na Libertadores. Nesta quarta, às 19h15, o time recebe a Universidad Católica para tentar confirmar classificação às oitavas de final.



Veja também