Grêmio não sofre gols após quatro jogos e ameniza fase ruim da defesa

Antes do confronto com o Corinthians, Tricolor havia sofrido gols nos quatro jogos anteriores

17 de maio de 2016 - Às 12:17

geromel e grohe

O empate de 0 a 0 com o Corinthians no último domingo foi considerado bom para o Tricolor. Principalmente por que a equipe estancou a sequência de jogos que vinha sofrendo gols. Antes da estreia no Brasileirão, o Tricolor sofreu gols em 4 jogos em sequência – contra Juventude (derrota por 2 a 0 e vitória por 3 a 1) e Rosario Central (derrotas por 1 a 0 e 3 a 0).

Em quatro jogos, foram sete gols sofridos, média de 1,75 por partida. Por isso, sair de campo fora de casa diante do atual campeão sem ter sofrido gols pode ser comemorado pelo Tricolor. Durante toda a semana que antecedeu a partida, o técnico Roger priorizou treinamentos na defesa, e parece ter funcionado.

corinthians x gremio arena  (Foto: Marcos Ribolli)
(Foto: Marcos Ribolli)

Um algoz do Grêmio na temporada é a bola aérea. Dos 30 gols sofridos na temporada – o pior retrospecto entre os 20 times da Série A em 2016 – o Tricolor sofreu 17 (56,6%) neste tipo de jogada. No jogo com o Corinthians, foram 20 bolas levantadas na área e 10 escanteios.

O técnico Roger elogiou o setor defensivo: – Nossa zaga se comportou bem, o miolo, as laterais, a frente do nosso sistema defensivo. Quando a gente se comporta com unidade defensiva, você consegue marcar bem e jogar. Você passa sem a bola em 95% do tempo. Tem que ser agressivo com a bola e sem ela. Faz parte do consciente coletivo dar uma resposta. A eliminação doeu, mas há bastante coisa para acontecer – avaliou Roger Machado.

Agora, o Tricolor se prepara para o duelo com Flamengo no próximo domingo às 16h na Arena, pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro.



Veja também