Foto: Beto Azambuja

Ainda que Pedro Rocha tenha deixado aberta uma lacuna no time titular do Grêmio ao ser vendido para o Spartak Moscou, a direção não pretende contratar um jogador para o restante da temporada. Mesmo que o técnico Renato Gaúcho tenha deixado aberta a ideia após o jogo contra o Sport, no último sábado, o vice de futebol Odorico Roman praticamente afastou-a na tarde desta terça-feira.

Durante a entrevista coletiva de apresentação do volante Cristian, reposição a Maicon, que está fora da temporada, o dirigente admitiu que dificilmente o clube irá atrás de um atacante. O período de inscrições para o Brasileirão se encerra na próxima sexta. Na Libertadores, só serão permitidas novas trocas caso o time passe à semifinal.

– Não acredito que haja uma novidade até o fechamento das inscrições na CBF. Acredito que não venha mais ninguém – resumiu Roman.

Pedro Rocha viajou na segunda-feira à Rússia para ser apresentado ao Spartak Moscou, em um negócio que rendeu 12 milhões de euros (R$ 45 milhões) ao Grêmio. Após golear o Sport, o treinador tricolor atrelou a contratação de um novo jogador para o setor ofensivo à disponibilidade financeira do clube e avaliação da direção.

– Sim (conto com mais jogadores), dependendo do que a diretoria pode fazer, do que o grupo vai precisar. O grupo do Grêmio nunca está fechado. Como agora, achamos interessante trazer mais um jogador (Cristian) para essa posição (volante). Se de repente surgir mais um nome que possa nos ajudar, e a direção puder, vamos tentar – comentou Renato.

A aposta de Portaluppi deve ser mesmo em Fernandinho, que vive o melhor momento da carreira. É artilheiro do time no Campeonato Brasileiro, com oito gols, e soma 10 na temporada. Para a função, além dos titulares Barrios e Luan, há Everton, Arroyo, Beto da Silva e Jael, que volta de lesão. Ainda há os jovens do grupo de transição Patrick, Dionathã, Dudu e Batista. Vale lembrar que Bolaños e Lincoln, prováveis reposições, também deixaram o clube por empréstimo.



Veja também