Foto: Lucas Uebel/DVG/Grêmio

A negociação entre Cortez e Grêmio teve uma reviravolta. Após meses sem movimentos do clube, há uma brecha para que o lateral-esquerdo renove o seu contrato e siga na temporada 2022. A diretoria do Tricolor marcou uma reunião com o estafe do atleta para a tarde desta segunda-feira.

Conforme apurou o ge, o Grêmio coloca Cortez como prioridade por entender que o lateral possui uma forte liderança e será muito útil no cenário da Série B. O estafe do jogador prioriza o encontro virtual com a diretoria gremista, mas garante que há ofertas de times das Séries A e B para o atleta.

A situação de um novo vínculo estava estagnada desde a metade do ano, quando o Tricolor adiou a renovação e não tocou mais no assunto. A princípio, o clube não tinha intenção de ficar com o lateral. Agora, com o “fico” de Denis Abrahão, o cenário mudou. Cortez tem contrato até o dia 31 de dezembro.

Caso Cortez não permaneça no Grêmio, há cinco times brasileiros das Série A e B com propostas formalizadas para um novo contrato em 2022. Assim, a tendência é que o lateral siga no futebol brasileiro.

Na campanha do rebaixamento, Cortez disputou 20 rodadas do Brasileirão pelo Grêmio, 16 delas como titular e quatro como reserva. Na reta final, perdeu a posição para Diogo Barbosa. Antes, foi preterido por Rafinha, que atuou improvisado na esquerda.

Cortez chegou ao Grêmio em 2017 e soma 228 jogos com a camisa do Grêmio. Foram 43 partidas na temporada. O lateral-esquerdo foi campeão da Libertadores, da Recopa Sul-Americana e tetracampeão gaúcho pelo clube no período.



Veja também