O Grêmio visitou o Santos na noite deste sábado pela primeira rodada do returno do Brasileirão 2019 e conseguiu uma grande vitória por 3 a 0 com gols de Luan, Pepê e Everton, alcançando terceira vitória consecutiva e chegando a sétima posição, em recuperação no campeonato.

Escalação inicial: Paulo Victor; Galhardo, David Braz, Kannemann e Cortez; Michel e Matheus Henrique; Alisson, Luan e Everton; Diego Tardelli.

PRIMEIRO TEMPO
Como era de se esperar, o Santos iniciou a partida indo para cima do Grêmio, buscando pressionar. O time da casa arriscava de fora da área e Paulo Victor levava a melhor.

A melhor chance veio aos 15 minutos. Pituca arriscou, Paulo Victor espalmou. No rebote, Galhardo apanhou da bola e Soteldo chutou para nova defesa do goleiro gremista. O Santos era melhor na partida, finalizava mais enquanto o Tricolor não conseguia chegar ao ataque.

A primeira finalização do Grêmio foi aos 42 minutos em toque de cabeça de Everton, para fora. E a melhor chance foi aos 47 minutos quando o goleiro deu rebote em chute de Everton e Michel, livre, chutou fraco com o goleiro já no chão, perdendo chance claríssima de gol.

SEGUNDO TEMPO
O Grêmio iniciou melhor no segundo tempo e em cinco minutos já havia tido duas boas chances, tendo feito portanto mais do que o primeiro tempo inteiro. A melhor chance veio aos 4 com Diego Tardelli que pegou sobra na área mas bateu muito fraco, facilitando para o goleiro.

Aos 9 minutos, Galhardo cobrou falta, a bola bateu na barreira mas sobrou para Luan na área que dominou e bateu de esquerda no canto, abrindo o placar na Vila Belmiro.

O Tricolor estava muito melhor no segundo tempo, não permitindo o time da casa a criar oportunidades e ainda assustando muito em contra-ataques com Matheus Henrique e Everton, recém convocados para a seleção.

Everton ficou cara a cara com goleiro Éverson aos 34 minutos, porém não conseguiu o drible e perdeu a chance. Aos 42 minutos, Matheus Henrique lançou Pepê em contra-ataque, Everton recebeu livre e devolveu para Pepê que bateu, a bola ainda tocou na trave antes de entrar.

Ainda teve tempo para Everton, aos 48 minutos, receber na entrada da área, driblar a marcação e bater de esquerda no canto, marcando belo gol, fechando o placar.



Veja também