O Grêmio tem mirado reforços de peso desde a perda do título da Copa do Brasil. Há pouco mais de uma semana, o técnico Renato Portaluppi previa uma “surpresa” para a torcida, que não veio. O clube garante que trabalha em “várias frentes”, mas as negociações seguem sem desfecho a duas semanas do primeiro duelo contra o Independiente del Valle, pela terceira fase da Libertadores.

Daqui a exatos 14 dias, o Grêmio vai ao Equador fazer a partida de ida no confronto que coloca apenas um time nos grupos da competição continental. A volta está marcada para a semana seguinte, na Arena. Quem for eliminado disputará a Sul-Americana.

Conforme ouviu o ge de diversas fontes da diretoria gremista, o clube está próximo de fechar a contratação de um jogador que atua num clube de ponta da Argentina. O nome, entretanto, é mantido em sigilo total.

O Grêmio adota cautela nas negociações. Como lidam com jogadores de peso, os dirigentes não querem errar no investimento. Basta lembrar de contratações recentes que não deram retorno esportivo, como Diego Tardelli e Thiago Neves.

Presidente Romildo Bolzan Jr. antes de São José x Grêmio pelo Gauchão — Foto: Lucas Bubols/ge

Presidente Romildo Bolzan Jr. antes de São José x Grêmio pelo Gauchão — Foto: Lucas Bubols/ge

O discurso da necessidade de reforços para a temporada 2021 surgiu dias antes e horas depois da perda do título da Copa do Brasil para o Palmeiras. Só que, de lá pra cá, inúmeros nomes já foram ventilados e nenhum anunciado até o momento.

O presidente Romildo Bolzan Jr., em entrevista ao ge na segunda-feira antes do empate com o São José, manteve a palavra de que o Grêmio tem negociações com mais de um jogador. Entretanto, sem revelar nomes, o mandatário salientou que nenhuma situação está finalizada.

— Temos várias frentes, nem uma nem duas. Finalizar é outra história. Uma coisa é dizer que está tentando finalizar, negociar, resolver, encaminhar, discutindo com os clubes que detêm os direitos dos jogadores. Outra é finalizar — explicou Romildo.Centroavante e volância acho que são as duas posições que precisamos nesse momento para equilibrar o plantel.— Romildo Bolzan Júnior, presidente do Grêmio

O perfil dos reforços é dividido em duas posições prioritárias. O Grêmio busca um volante que saiba marcar e atacar com eficiência, não necessariamente com características mais defensivas. Também almeja contratar um centroavante com faro do gol.

Renato Portaluppi sugeriu contratação de Rafinha, que foi vetada — Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Renato Portaluppi sugeriu contratação de Rafinha, que foi vetada — Foto: Lucas Uebel/Grêmio

A primeira situação quase se concretizou. O nome era Rafael Carioca, volante do Tigres. O Grêmio enviou duas propostas escritas, mas ambas foram recusadas pelo clube mexicano, que não aceitou liberar o jogador por um valor abaixo da multa rescisória.

Além disso, há o caso de Douglas Costa. Romildo admitiu que fará uma consulta à Juventus, da Itália, e ao Bayern de Munique, da Alemanha, para saber a situação do jogador. Por outro lado, o presidente não demonstrou otimismo nessa situação.

Renato, por sua vez, tentou contratar Rafinha, lateral-direito que não se acertou com o Flamengo e está sem clube. Apesar de elogiar o jogador, Romildo descartou o negócio.

Enquanto a direção trabalha por reforços, Renato é esperado na quinta-feira para retornar ao Grêmio após o período de recesso. Mas ele não comandará o time à noite. Alexandre Mendes será o técnico do grupo de garotos que enfrenta o Juventude às 21h30, em Bento Gonçalves, pelo Gauchão.



Veja também