Renato Portaluppi imaginava que o Grêmio contrataria um novo centroavante na semana que passou. Ficou só na vontade. Sem o artilheiro Diego Souza, o clube abre a semana com a intenção de enfim acabar com a busca por um novo atacante, ainda mais após o quarto empate seguido e a estatística de pior ataque do Brasileirão.

Diego Souza é o único centroavante de ofício no grupo principal, além do jovem Fabrício, que sequer estreou. Artilheiro na temporada com nove gols, Diego ficará fora por pelo menos 10 dias após lesionar a coxa esquerda. O treinador demonstra confiança no acerto com um novo reforço em breve.

— Conversamos. Não só no Grêmio, mas com outros clubes. A qualquer momento, podemos fechar. Sabemos o que precisamos. Com calma, acharemos este jogador. Caso não trouxermos, teremos este problema se o Diego não jogar. Temos tentado, mas não está fácil. Achei que teríamos a notícia nessa semana, não deu. Quem sabe, segunda ou terça-feira — avisa Renato Portaluppi.

O GRÊMIO NO BRASILEIRÃO

RodadaJogoLocalGol
Grêmio 1 x 0 FluminenseArenaDiego Souza
Ceará 1 x 1 GrêmioCastelãoThaciano
Grêmio 0 x 0 CorinthiansArena
Flamengo 1 x 1 GrêmioMaracanãPepê
Vasco 0 x 0 GrêmioSão Januário

A direção tricolor dificilmente abrirá a questão antes de um anúncio oficial. Na semana que passou, oficializou as chegadas de Everton e Luiz Fernando, duas opções para o ataque, mas sem características de centroavante. Existe ainda a possibilidade de aguardar a reabertura da janela de transferências do exterior, em outubro.

– Trabalhamos em sintonia. Se o Renato tem expectativa, é por causa da ideia da gestão, que estamos fazendo o máximo possível para equacionar a questão dentro do melhor prazo possível — destaca o vice de futebol Paulo Luz.

Depois de cinco rodadas, o Grêmio está invicto na Série A, é verdade. Mas só venceu na estreia, diante do Fluminense, por 1 a 0. De lá para cá, foram dois 1 a 1, contra Ceará e Flamengo, e dois 0 a 0, com Corinthians e Vasco.

Alisson bem que tentou, mas não conseguiu tirar o zero do placar — Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA

Alisson bem que tentou, mas não conseguiu tirar o zero do placar — Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA

Com três gols marcados em 450 minutos de bola rolando, o Tricolor tem o pior ataque da competição, ao lado de Flamengo, Fortaleza e Coritiba. A consequência é a queda para a nona colocação, com sete pontos.

A tarde de domingo teve mais uma atuação sem brilho do ataque. O Grêmio finalizou quatro vezes a gol e outras cinco para fora contra o Vasco. Alisson teve as melhores chances. Numa delas, acertou a trave.https://secureframe.doubleclick.net/container.html?ecs=20200824

O empate com o Vasco fez o Grêmio cair para a nona colocação no Brasileirão, com sete pontos. Mas agora tudo é Gauchão. Na quarta e no próximo domingo, o Tricolor decide o título estadual diante do Caxias.



Veja também