Apesar da negativa do presidente Romildo Bolzan Júnior em aceitar a troca por Clayson, Grêmio e Corinthians mantêm as conversas pelo atacante Luan. A preferência do clube gaúcho é receber uma quantia em dinheiro no negócio. Contudo, não está descartada uma composição com jogadores do Timão.

O Tricolor possui 60% dos direitos econômicos do jogador e, conforme o GloboEsporte.com apurou, tem a intenção de receber na casa dos R$ 20 milhões só por sua parte. Em caso de troca, o Grêmio prioriza jogadores mais jovens.

Luan em entrevista coletiva no Grêmio — Foto: Lucas Bubols

Luan em entrevista coletiva no Grêmio — Foto: Lucas Bubols

Os próximos dias serão decisivos para a negociação. A permanência de Luan no Grêmio é improvável neste momento. O executivo Klauss Câmara conduz as conversas com Corinthians e o empresário do jogador. Por outro lado, os torcedores se engajam nas redes sociais para que o camisa 7 permaneça por sua idolatria.

Internamente, o Grêmio tem boas avaliações de alguns jovens do elenco do Corinthians. No entanto, a liberação de nomes como Pedrinho, Janderson e Mateus Vital, citados pelo presidente Romildo Bolzan Júnior, é vista como praticamente impossível.

No planejamento gremista, está prevista a diminuição da folha salarial e também da média de idade do elenco para 2020. Por isso, por exemplo, Léo Moura teve sua saída rapidamente definida pelo clube gaúcho ao final deste ano.

Nesta semana, além da negociação com o Corinthians esquentar, o Grêmio viu Luan retornar aos gramados justamente na arena do Timão, no jogo beneficente organizado por Emerson Sheik.



Veja também