Grêmio luta para manter a Avalanche: “Vamos lutar por isso”

4 de fevereiro de 2013 - Às 19:29

Nestor Hein é responsável da administração do Grêmio na negociação com as torcidas e confirmou a ideia Tricolor, comandada por Fábio Koff:
“Aquele espaço sem cadeiras é imprescindível. Ele custa R$ 20 para o nosso torcedor. Mas não é só isso, tem torcedores que querem ir ao estádio para ficar de pé, torcer, gritar, vibrar. Por isso vamos lutar por isso. Vamos propor a colocação das barras, dá também para reforçar lá embaixo”, disse Hein.
O Grêmio busca uma solução até o dia 14 quando enfrenta o Huachipato na Arena, tentando mudar a ideia de exigência dos Bombeiros em colocar cadeiras no local.


Veja também