André Ávila / Agencia RBS

O abalo emocional é o principal desafio do Grêmio na luta para fugir do rebaixamento. Além de definir a equipe para o jogo contra o Fluminense, nesta terça-feira (9), o técnico Vagner Mancini tenta encontrar maneiras de remobilizar o grupo antes da partida. A reapresentação neste domingo foi marcada por um forte abatimento após a derrota por 1 a 0 no Gre-Nal.

O treinador prepara mudanças. Além de ter cinco novos desfalques, o comandante acredita ser necessário fazer trocas mais profundas na equipe após quatro derrotas seguidas. Contudo, a primeira meta será motivar os jogadores e recuperar o ambiente. Para escapar do rebaixamento, o clube projeta buscar seis vitórias em apenas nove rodadas restantes.

— Não tenho dúvida de que o torcedor do Grêmio acredita, porque a história do clube é essa. Se supera, busca, tem tentado, mas tem encontrado dificuldades, essa é a verdade. Óbvio que temos sete vitórias ao longo do campeonato, e que precisamos de seis agora, mas é possível e acreditamos. Estamos baseados no trabalho que é feito, não só dentro de campo, mas também no emocional — afirmou Mancini, em entrevista coletiva após o clássico de sábado.

O Grêmio acredita que serão necessários 44 pontos para evitar a queda para a Série B. Para isso, o Tricolor teria que ter um desempenho inferior, nas rodadas que restam, apenas ao que o líder Atlético-MG tem no campeonato.

— A situação é difícil, mas temos de encarar os problemas. Digo isso sempre, não vou mudar. Só mudarei quando não tiver mais chances. E ainda temos. Quem garante que não podemos ganhar até sete ou oito partidas? Eu continuo acreditando, porque acredito no trabalho sem dúvida. Ele acontece, eu acompanho no dia a dia — destacou o vice de futebol Dênis Abrahão.

Para a partida diante do Fluminense, Mancini não terá o lateral-esquerdo Cortez, expulso no Gre-Nal, e o volante Thiago Santos, que recebeu o terceiro cartão amarelo no clássico. Além disso, o goleiro Gabriel Chapecó, o volante Villasanti e o atacante Borja desfalcarão a equipe nos próximos três jogos, pois representarão suas respectivas seleções nas Eliminatórias. O treinador terá apenas o treino desta segunda, véspera da partida, para definir a escalação.

Para o lugar de Cortez, Mancini terá que decidir se promove a entrada de Diogo Barbosa ou se retoma a ideia de improvisar Rafinha no lado esquerdo. Já no meio-campo, diante dos desfalques, o garoto Mateus Sarará e o colombiano Campaz devem ganhar oportunidades. Além disso, Brenno e Diego Souza devem entrar ao natural nas vagas de Gabriel Chapecó e Borja.

Uma estimativa de escalação teria: Brenno; Rafinha (Vanderson), Pedro Geromel, Kannemann e Diogo Barbosa (Rafinha); Lucas Silva e Mateus Sarará; Douglas Costa, Campaz e Ferreira; Diego Souza.

Grêmio e Fluminense se enfrentam nesta terça, às 21h30min, na Arena.



Veja também