Grêmio liberou Wallace Oliveira mas sua saída não será fácil; Entenda

Empresário do atleta diz que jogador pretende ficar e cumprir o contrato que tem

30 de dezembro de 2016 - Às 07:40
Foto: André Avila

O presidente do Grêmio, Romildo Bolzan Júnior, ‘liberou’ publicamente o lateral direito Wallace Oliveira e o atacante Henrique Almeida para procurarem outros clubes. Porém, não será tão simples assim com o lateral. Diferente do atacante, o jogador não pertence ao clube gaúcho e deve permanecer treinando e buscando espaço.

Wallace está emprestado pelo Chelsea até o meio do ano. Para simplesmente romper o vínculo e devolver o jogador, o Grêmio teria duas alternativas: contar com a anuência dos ingleses – que não pretendem isso – ou pagar a multa prevista em contrato. Nenhuma das hipóteses é considerada válida atualmente.

Uma terceira opção seria encontrar um novo destino para o jogador e repassar o vínculo. Porém, daí o Tricolor esbarra na vontade do atleta em permanecer. Wallace Oliveira não quer defender outro clube brasileiro. Irá, segundo seu representante, cumprir o vínculo e depois voltar ao Chelsea, com quem tem contrato até 2019 e negocia renovação.

“O Wallace veio para o Grêmio para cumprir uma etapa no futebol brasileiro. E esta etapa será cumprida, com os 18 meses de contrato. Sabemos que não era o ideal desde o início, o ideal seria um ano, mas precisamos adequar ao calendário europeu”, disse o agente do jogador, Frederico Moraes, ao UOL Esporte.

O agente salientou, ainda, que não procura outro clube para o jogador e que sequer foi informado pelo Grêmio sobre a situação. Ficou sabendo pela imprensa e não recebeu qualquer contato do presidente Romildo Bolzan Júnior.

“Não entendemos ele por liberado. Tem contrato com o Grêmio e irá cumprir”, salientou Frederico. “Deve ter aparecido alguma oportunidade de mercado para este tema ter sido tratado, mas nada chegou até nós”, completou.



Veja também