Foto: Rodrigo Fatturi/Grêmio

O Grêmio acertou nos últimos dias a saída do lateral-direito Raul, promessa das categorias de base, para o Figueirense. A negociação é em definitivo, mas o clube gaúcho manterá 50% dos direitos do jovem. Neste ano, o jovem chegou a viajar para o Canadá para se acertar com o Toronto FC, mas o negócio não se concretizou.

Raul já vestiu a camisa de seleções de base do Brasil, mas não recebeu oportunidades no elenco principal do Grêmio. Esteve no grupo profissional a partir de 2015, mas jogou apenas no time de transição, usado para alavancar jovens da base e manter o ritmo. Neste ano, esteve na equipe que disputou o Brasileirão de Aspirantes.

O jovem, badalado nas categorias de base, deixa o clube sem se firmar e quando o Grêmio perde o lateral-direito principal, Edílson, em negociação com o Cruzeiro. A diretoria manteve o percentual de Raul para uma futura negociação – o Figueirense não paga nada no momento.

A equipe catarinense busca suprir a saída do lateral-direito Dudu, negociado com o Internacional. Além de Raul, o Furacão confirmou a vinda do lateral Samuel Santos, ex-Marítimo-POR.



Veja também