Grêmio joga mal e perde em casa para o Atlético-MG

1 de julho de 2012 - Às 23:28
O Grêmio recebeu o Atlético-MG no Olímpico pela 7ª rodada do Brasileirão e acabou derrotado por 1 a 0, dentro do Olímpico, deixando os mineiros na liderança, e estacionando na 5ª posição da tabela. O Grêmio não esteve bem na partida, criou pouco e com péssima atuação de Tony e Rondinelly, não conseguiu pressionar o Atlético, que nos contra-ataques, fez Grohe um dos melhores jogadores da partida.

Como era de se esperar, o Grêmio começou a partida mais presente no campo de ataque, mantendo a posse de bola, porém sem conseguir criar grandes chances de gol. O Atlético-MG fez alguns minutos de pressão e conseguiu abrir o placar aos 25 minutos. Bernard chegou a linha de fundo, deu dois chapéus dentro da área e cruzou livre para Jô empurrar para as redes.

Aos 27 minutos, após cobrança de falta na área do Atlético e desvio da zaga, o goleiro Giovanni salvou, jogando para escanteio. A partida era bastante equilibrada, com as duas equipes sempre chegando bem ao ataque. Aos 32, o Galo quase ampliou, mas a defesa do Grêmio conseguiu afastar.

Estatísticas do Grêmio no BR 2012


Aos 39 minutos, Anderson Pico chegou a linha de fundo e cruzou, Marcelo Moreno tocou fraco de cabeça, mas Giovanni salvou em cima da linha. Minutos depois, Kléber fez bonita jogada individual e cruzou, Zé Roberto bateu prensado e a zaga afastou. O primeiro tempo acabou com várias chances e o Galo sendo mais efetivo no ataque.

O Grêmio retornou para o segundo tempo com Rondinelly e Tony, e pressionando o time mineiro. A primeira chance do segundo tempo veio aos 10 minutos. Após cobrança rápida de lateral, Kléber entrou na cara do gol e chutou em cima do goleiro Giovanni.

O Tricolor chegou bem duas vezes aos 18 minutos. Zé Roberto cobrou falta que a zaga afastou. Kléber no ataque seguinte dominou dentro da área e chutou por cima do gol. Aos 19, o Atlético chegou na área do Grêmio. Danilinho recebeu bola rolada e bateu mal, livre dentro da área. Aos 22, Jô recebeu livre na área após passe de Danilinho, e chutou para grande defesa de Marcelo Grohe.

Luxa colocou André Lima no lugar de Fernando. Aos 37 minutos, Anderson Pico foi expulso injustamente pelo árbitro, já que o jogador do Atlético simulou um tapa na cara. Aos 42, Ronaldinho lançou Escudero na cara do gol, que chutou e Marcelo Grohe fez a defesa com o pé.

O Tricolor não conseguiu mais pressionar e acabou sendo vaiado em casa.



Veja também