O Grêmio identificou, até o início da noite desta terça-feira, 22 torcedores envolvidos na invasão ao campo da Arena, no último domingo. Os nomes foram repassados às autoridades pelo clube. A informação foi divulgada por GaúchaZH e confirmada pelo ge.

O processo de análise das imagens ainda segue pelos responsáveis do Tricolor. Os mais de 20 nomes foram repassados ao departamento jurídico do Grêmio, que envia ao Juizado do Torcedor. Todos devem ser punidos nos próximos dias.

Os vídeos tanto da invasão de campo na Arena quanto dos atos dos torcedores no estacionamento do estádio são avaliados.

Torcedores do Grêmio invadem o gramado da Arena — Foto: Pedro H. Tesch/AGIF

Torcedores do Grêmio invadem o gramado da Arena — Foto: Pedro H. Tesch/AGIF

A identificação faz parte também da tentativa do Grêmio minimizar a pena a ser dada no julgamento no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). O Tricolor foi denunciado pela invasão e pode perder de um a 10 mandos de campo, além de ser multado.

A Procuradoria do órgão também, na denúncia, entrou com pedido liminar para que o Grêmio não possa atuar com a sua torcida, seja na Arena ou fora, até o julgamento do caso. O presidente do STJD, Otávio Noronha, pode decidir sobre esse pedido nesta quarta-feira.

Relembre o caso

Ao final da partida, um grupo de torcedores do Grêmio invadiu o gramado, depredou a cabine do VAR e outros equipamentos de transmissão e por pouco não entrou no túnel de acesso aos vestiários, onde estavam os jogadores. Há ainda registros de agressões a seguranças do estádio, fotógrafos e outros profissionais de imprensa.

A invasão de torcedores pode prejudicar o Grêmio na reta final do Brasileirão e faz lembrar outros episódios recentes. Toda a confusão foi relatada na súmula da partida pela equipe de arbitragem. O documento, além dos vídeos e imagens da confusão, devem basear a denúncia contra o clube no STJD. Ainda não há previsão de quando pode ocorrer um possível julgamento.



Veja também