Foto: Jefferson Botega

Na possível despedida da Arena nesta Série B, o Grêmio superou as dificuldades após um primeiro tempo ruim e goleou o Sport por 3 a 0 com uma segunda etapa de bom futebol. No jogo de abertura da 31ª rodada, o Tricolor cumpriu o principal objetivo traçado para iniciar com tranquilidade um período de 10 dias sem jogos na competição. Chegou aos 53 pontos, oito a mais do que o Londrina, quinto colocado, e também ultrapassa o Bahia para assumir o segundo lugar na tabela.

Destaque na vitória sobre o Vasco, Thaciano reclamou de dores musculares e teve detectada uma lesão muscular na coxa esquerda. Como Campaz também está no departamento médico e não tem previsão de retorno para a Série B, Renato optou por uma escalação mais cautelosa. Thiago Santos entrou na escalação para formar dupla de volantes com Bitello. Lucas Leiva jogou mais liberado, com a missão de abastecer Diego Souza, Guilherme e Biel.

— Gosto de jogar com um meia, mas tínhamos apenas o Campaz e ele machucou. O grupo é esse e vamos fazer o possível — disse Renato, em entrevista antes do início da partida.

Improvisado como meia, Lucas Leiva teve a primeira chance de gol na partida aos 12 minutos. Após receber de Diego Souza na área, o camisa 15 chutou por cima do gol.

A chance de abrir o placar acordou o Grêmio. Dois minutos depois, Bitello não marcou por centímetros. O volante apareceu na entrada da área e pegou o rebote de um cruzamento. O jovem chutou da entrada da área com violência, e Saulo não conseguiu defender com firmeza. A bola rolava para dentro do gol, mas Thyere se atirou em um carrinho e conseguiu afastar em cima da linha. Mas a pressão com os dois lances de perigo se arrefeceu na Arena.

E o ambiente tenso começou a ganhar força no estádio. O mesmo clima de desconfiança e irritaçãpo da torcida que motivou a aposta na mudança da última comissão técnica para o retorno de Renato. O Sport passou a ter a bola mais perto do gol de Brenno, mesmo que apenas ameaçasse em lances de chutes de longa distância.

Aos 35, o Grêmio partiu com quatro jogadores contra dois marcadores. Biel tocou para Diego Souza, que poderia ter chutado, mas optou por tocar para Lucas Leiva. O meio-campista tentou o cruzamento, mas Thyere cortou o lance em um carrinho para afastar a bola pela linha de fundo.

O torcedor não escondeu a frustração com a péssima atuação e vaiou o time na saída para o vestiário.

Aos dois minutos do segundo tempo, Biel não alcançou a bola para abrir o placar por centímetros. Bitello recuperou a bola no meio do campo e encontrou Diogo Barbosa em disparada pelo lado esquerdo. O lateral fez o cruzamento rasteiro, mas o camisa 17 não conseguiu alcançar no carrinho para empurrar a bola para o fundo do gol.

Na insistência, o Grêmio seguiu pressionando e conseguiu marcar o gol aos cinco minutos. Lucas Leiva desarmou um adversário no meio do campo e tocou para Guilherme. O atacante encontrou Bitello na área, que rolou para a chegada de Lucas. O meio-campista tocou para Diego Souza, que deu um tapa para Biel chutar no canto de Saulo: Grêmio 1 a 0.

Após dar início ao lance do primeiro gol, Lucas Leiva foi quem concluiu para marcar o segundo da equipe. Aos 13, Bruno Alves cobrou com um chutão para o ataque uma falta do campo de defesa. Diego Souza deu uma casquinha e a bola sobrou para o camisa 15, que soltou um chute forte para vencer Saulo.

Pendurados, Edílson, Lucas Leiva, Diogo Barbosa e Bruno Alves levaram o terceiro cartão amarelo e desfalcarão o time contra o Sampaio Corrêa, no dia 30 de setembro. Em um rápido contra-ataque, Guilherme desperdiçou uma chance na cara do goleiro. Biel encontrou o companheiro completamente livre entre os zagueiros do Sport, mas a finalização não teve a força necessária para sair do alcance de Saulo.

Sem conseguir acertar o alvo, Guilherme mostrou qualidade ao servir Bitello. Após aparar cruzamento de Rodrigo Ferreira, o atacante encontrou o companheiro na marca do pênalti. O volante finalizou sem chances para transformar a vitória em goleada aos 28 minutos do segundo tempo.

O domínio do Tricolor não arrefeceu, mesmo com a vantagem e as trocas promovidas por Renato. Lucas Silva, Rodrigo Ferreira, Elkeson, Pedro Lucas e Jhonata Robert entraram na partida. O último da lista voltou a jogar após quase oito meses afastado por conta de uma lesão ligamentar sofrida na pré-temporada.

Sem jogos pelos próximos 10 dias, o clube deixa o foco no gramado para iniciar uma batalha nos tribunais. O clube irá recorrer da punição imposta pelo STJD de três perdas de mando de campo na Série B.



Veja também