Lucas Uebel/Divulgação Grêmio

Enquanto vasculha o mercado em busca de reforços, o Grêmio sabe qual não é a prioridade: a procura por um novo goleiro. Com a confiança de Renato Gaúcho, Paulo Victor deve permanecer como titular nesta temporada. Ao mesmo tempo, a comissão técnica quer dar oportunidade para o jovem Phelipe Megiolaro crescer na hierarquia.

Ou seja, o garoto de 20 anos que surgiu como promessa para a posição pulou à frente de Julio César. O reserva de Paulo Victor em 2019 inclusive pode ser negociado, caso haja interessados.

Mas o torcedor do Grêmio somente poderá observar Megiolaro novamente em ação no segundo mês do ano. Isso porque ele foi convocado – junto com Matheus Henrique e Pepê – para defender a seleção brasileira no torneio Pré-Olímpico, na Colômbia. A competição será disputada de dia 18 de janeiro até 9 de fevereiro.

Phelipe Megiolaro defenderá a Seleção no Pré-Olímpico — Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Phelipe Megiolaro defenderá a Seleção no Pré-Olímpico — Foto: Lucas Figueiredo/CBF

A tendência é que Megiolaro seja utilizado em jogos do Gauchão, assim que retornar da competição que visa à Olimpíada de Tóquio. Se não aproveitar as chances concedidas, aí sim a diretoria buscará uma alternativa no mercado.

Até então, o jovem somente teve duas oportunidades no time principal. Atuou nas derrotas para Fortaleza, na 27ª rodada, e Goiás, no último jogo do Brasileirão. Sofreu quatro gols nos duelos com equipes alternativas.

Confiança em Paulo Victor

Renato Gaúcho não vê a necessidade de o clube buscar um substituto a Paulo Victor. O goleiro teve um bom início de temporada em 2019, sobretudo no Gauchão, no qual sofreu apenas um gol e foi herói na decisão do título, ao defender três cobranças do Inter.

Paulo Victor segue à frente da meta gremista — Foto: Vinícius Costa/BP Filmes

Paulo Victor segue à frente da meta gremista — Foto: Vinícius Costa/BP Filmes

Porém, ao longo do ano, PV virou alvo da torcida. Não mostrou a segurança que Marcelo Grohe passava e viu as críticas aumentarem na semifinal da Libertadores, quando o Grêmio foi goleado por 5 a 0 para o Flamengo no Maracanã.

Em 56 jogos na última temporada, sofreu 37 gols. A média é de 0,66 por partida. Em 2020, será ele e mais 10 no time de Renato.



Veja também