Para estar entre os primeiros colocados do Campeonato Brasileiro até o final do turno, o Grêmio terá que construir uma campanha praticamente perfeita nos seis jogos que ainda tem para disputar na primeira metade da competição. Com 17 pontos em 13 partidas até aqui, a equipe de Renato Portaluppi necessita somar, no mínimo, 15 dos 18 pontos que estarão em jogo. Ou seja, o Tricolor só conseguirá chegar à parte nobre da tabela com uma sequência de vitórias, algo que ainda não ocorreu neste Brasileirão. Além de melhorar o rendimento em campo.

Em 2019, o quarto colocado (Inter) terminou o turno com 33 pontos. O São Paulo, que era o sexto, tinha 32 pontos. A zona da Libertadores está distante. “Quando terminar o primeiro turno, ainda restarão 19 partidas”, lembra Renato. Em 2019, o Grêmio era o oitavo colocado, com 28 pontos, ao concluir os primeiros 19 jogos. A arrancada veio no segundo turno, com 37 pontos (65 no total) e a quarta posição ao final do Brasileiro.

“Nos anos anteriores, também se falou muita coisa e (houve críticas à) ‘decolagem’. Lá na frente, vamos ver onde vai estar o Grêmio. Eu já falei que vai decolar e ponto”, reforçou o treinador. No domingo, o Tricolor tentará a inédita vitória consecutiva no Campeonato Brasileiro. O adversário é o Santos, na Vila Belmiro. É possível que Renato conte com reforços importantes.

Tudo dependerá dos novos testes para a Covid-19. Geromel, Kannnemann e Jean Pyerre foram acometidos pela doença. Caso testem negativo, poderão ficar à disposição. Alisson, poupado na vitória sobre o Coritiba, quarta-feira, deve voltar à equipe.

“O Grêmio está cheio de problemas, mas daqui a pouco vai estar no lugar dele, que é entre os primeiros colocados”, insistiu Renato.

O volante Matheus Henrique, que levou o terceiro cartão amarelo diante do Coxa, fica fora do duelo em Santos. Cortez, que cumpriu suspensão no meio de semana, deve perder a posição para Diogo Barbosa. Na direita, também há uma disputa entre Victor Ferraz e Orejuela, mas o colombiano leva vantagem em função das boas atuações recentes.



Veja também