Grêmio fica em vantagem duas vezes, mas cede o empate para o Liverpool-URU na estreia da Libertadores em Montevidéu

27 de janeiro de 2011 - Às 01:56

Pelo primeiro jogo da Libertadores 2011, o Grêmio conseguiu um bom empate com gols, apesar de ter ficando duas vezes a frente no placar, o resultado fora de casa em 2 a 2 com gols de André Lima e Douglas foi um bom resultado, e jogará com vantagem no jogo de volta no Olímpico, na próxima quarta-feira. O companheiro de ataque de André Lima foi Junior Viçosa, e não Vinicius Pacheco (que entrou no intervalo).


Primeiro tempo de falhas de goleiros e gols
Aos 6 minutos, Douglas cobrou escanteio, André Lima desviou de cabeça, a bola bateu no travessão, no goleiro, e entrou. Dois minutos depois, após boa jogada de Gilson e Lúcio, André Lima teve nova chance mas finalizou para fora.
Aos 9 minutos, Franco cobrou falta, a bola foi direto para o gol e encobriu Victor, que estava muito adiantado. Falha do goleiro da seleção. Aos 13 minutos, Douglas cobrou falta na área, ninguém desviou e ela entrou no canto. Aos 19, Douglas arrancou e tocou para Vilson que chutou. Castro defendeu e André Lima bateu encima da zaga, na sobra, ainda dentro da pequena área, Junior Viçosa chutou para fora.
Aos 25, Franco cobrou escanteio e Guevarra cabeceou, a bola passou por Gilson e Victor e entrou. O jogo ficou mais tranquilo e com poucas chances de gol. O time da casa não recuou e o jogo foi bem corrido no primeiro tempo, um belo jogo de duas equipes que atacaram durante todo o primeiro tempo. A última chance foi aos 44 minutos, Douglas cobrou falta na área e Junior Viçosa cabeceou para boa defesa do goleiro Castro.

Segundo tempo corrido, mas sem gols
O Grêmio começou o segundo tempo e foi logo para o ataque. Aos 2 minutos, Lucio recebeu lançamento longo invadiu a área e chutou forte, a bola explodiu na trave e entrou. Um minuto depois, veio a resposta dos donos da casa, com cabeçada perigosa de Franco.
Aos 12 minutos, Figueiredo avançou e cruzou para Alfaro, este chutou forte e Victor saltou no cantinho, salvando o Grêmio com a ponta dos dedos.
Aos 17, Fábio Rochemback cobrou falta com força, a bola passou perto do travessão do goleiro Castro. O Grêmio dava muitos chutões, o time do Liverpool tinha mais posse de bola e chegava com perigo. Aos 29 minutos, Douglas cobrou falta na área, André Lima cabeceou e Castro fez grande defesa, encima da linha, o atacante pegou o rebote e se chocou com o goleiro, começando assim com um tumulto. Apenas André Lima recebeu cartão.
No fim do jogo, o técnico Renato Gaúcho tirou Gilson e colocou Diego Clementino no time, deixando o time com três atacantes. No fim do jogo, o Liverpool fez um abafa, mas acabou assim mesmo.
Com o empate, o Grêmio vai com a vantagem do empate em 0 a 0 e 1 a 1 no Olímpico para se classificar. Quem vencer, leva. Novo empate em 2 a 2, leva aos pênaltis.

OS GOLS


Veja também