O Grêmio enfim foi para o campo e voltou a treinar. Na tarde desta quinta-feira, no Estádio Manuel Ferreira, do Olímpia, em Assunção, no Paraguai, o elenco fez o primeiro e último trabalho no gramado antes do duelo com o Independiente Del Valle. O Tricolor tem dúvidas na lateral e no meio para a partida da terceira fase da Libertadores, às 19h15 de sexta-feira.

Sem Vanderson e Victor Ferraz, a lateral direita está aberta. Um dos zagueiros pode ser adaptado por ali com a entrada de David Braz na equipe. O jovem lateral Felipe foi buscado em Porto Alegre, mas não vinha jogando. A última alternativa seria colocar Alisson no setor.

No meio-campo, há também uma disputa. Darlan vem em bom momento nas chances recebidas, mas Lucas Silva também tem chance de atuar no Defensores Del Chaco. O titular, Maicon, não viajou. O trabalho tático encaminhou a equipe no Paraguai.

Uma provável escalação tem Brenno; Felipe (David Braz), Ruan, Rodrigues e Diogo Barbosa; Lucas Silva (Darlan), Matheus Henrique, Alisson, Pinares e Ferreira; Diego Souza.

Treino do Grêmio no Paraguai — Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Treino do Grêmio no Paraguai — Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Além de Felipe, viajaram para o Paraguai o lateral-esquerdo Guilherme Guedes e o atacante Luiz Fernando. Assim, o auxiliar Alexandre Mendes ganha alternativas para, por exemplo, deslocar Cortez para a zaga ou recuar Alisson para a lateral em caso de necessidade.

Paulo Victor e Vanderson, com coronavírus, e Victor Ferraz e Emanuel, com suspeita, já estão em Porto Alegre e isolados. Os dois últimos fizeram novos testes ao desembarcar na capital gaúcha. Todos os exames refeitos na chegada ao Paraguai tiveram resultado negativo.



Veja também