Grêmio faz primeiro treino na Colômbia e sofre com efeitos da altitude

9 de maio de 2013 - Às 22:22
(Foto: Lucas Uebel/Divulgação, Grêmio)
Após mais de 12 horas de viagem de Porto Alegre até a Colômbia, o elenco Tricolor desembarcou na noite de Quarta-feira, e hoje, já treinou em um clube de golfe, em um frio de 10ºC. O trabalho inicial foi comandado pelo preparador físico Antonio Mello.
A ideia é preparar os jogadores às novas condições, principalmente por causa dos 2,640 metros de altitude de Bogotá. O lateral Pará reclamou da adaptação à altitude:
“Na nossa chegada, quarta-feira, jantamos e dormimos bastante. Sentimos os efeitos da altitude no treino desta manhã. É complicado se adaptar, complica a parte física”, reclamou o jogador.
O preparador físico Antonio Mello logo acalmou a todos, dando um prazo de 4 dias para que os efeitos da altitude não mais atrapalhem:
“Durante o jogo atrapalha bastante. Se você tenta uma corrida mais longa, falta fôlego, falta ar. Temos que fazer bem a preparação para conquistar a vaga”, disse. “Dentro de três ou quatro dias isso será superado”, completou.
Na altitude, os jogadores podem sentir dores de cabeça e cansaço demasiado. Porém, até o dia 16, quando o Grêmio enfrenta o Santa Fé, esta dificuldade deverá estar superada.

FOTOS DO TREINO por Lucas Uebel:



Veja também