Foto: Lucas Uebel

O Grêmio recebeu o Atlético-PR na noite desta quarta-feira na Arena pela partida de ida das quartas de final da Copa do Brasil e venceu por 4 a 0 com gols de Barrios (2), Kannemann e Everton.

O jogo de volta entre Atlético-PR e Grêmio está marcado para o dia 27 de julho, uma quinta-feira, às 21h45, na Arena da Baixada.

Escalação inicial: Marcelo Grohe; Edillson, Geromel, Kannemann e Bruno Cortez; Michel, Arthur, Ramiro, Luan e Pedro Rocha; Lucas Barrios.

PRIMEIRO TEMPO
O Tricolor iniciou a partida tendo bastante dificuldades de infiltração na zaga paranaense, até que uma jogada individual abriu caminho para os gols. Aos 22 minutos, Pedro Rocha se livrou da marcação e tocou para Barrios que bateu bonito, da entrada da área, marcando um lindo gol.

O Grêmio continuou pressionando o time do Atlético-PR e o adversário não conseguia chegar. Aos 29, Barrios tocou para Pedro Rocha que dentro da área cruzou, a bola desviou na zaga e sobrou limpa para Barrios que estufou as redes. Três minutos mais tarde, ainda pressionando, Luan cobrou escanteio e Kannemann desviou na primeira trave, encobrindo o goleiro e marcando mais um.

O time do Atlético-PR não conseguia jogar e buscava os contra-ataques, mas errava os passes. O Grêmio chegava sempre com perigo e construiu o placar na primeira etapa sem dificuldades.

SEGUNDO TEMPO
O time do Atlético-PR voltou mais concentrado na etapa final e o Grêmio já não encontrava tantas facilidades para criar chances. Aos 12, teve uma boa oportunidade quando Barrios recebeu de Pedro Rocha e bateu rasteiro, a bola desviou e o goleiro defendeu.

O técnico Eduardo Baptista colocou o time paranaense no ataque, fazendo substituições que deixaram o time mais ofensivo. No entanto, a estratégia do time visitante foi por água abaixo quando aos 18 minutos, Nikão recebeu o segundo amarelo e foi expulso, deixando o Grêmio com um a mais em campo.

Aos 26 minutos, Pedro Rocha encontrou Ramiro livre que invadiu a área e bateu na saída do goleiro, mas acertou a trave. O Tricolor encurralou o time do Atlético, mas estava errando o último passe e por isso não conseguia criar grandes chances apesar de estar com um a mais em campo.

Aos 41 minutos, Everton que entrou no decorrer do segundo tempo, recebeu passe de Fernandinho e na cara do gol não desperdiçou, batendo bem na saída do goleiro e definindo o placar.



Veja também