Foto: Reprodução

O Grêmio estreou no campeonato Brasileiro na manhã deste domingo na Arena diante do Santos e acabou derrotado por 2 a 1. O Tricolor falhou defensivamente em ambos os gols do time visitante e apesar de muita pressão e chances, não conseguiu sequer marcar um gol.

Escalação inicial: Paulo Victor; Leonardo Gomes, Geromel, Kannemann e Cortez; Matheus Henrique, Maicon, Alisson, Jean Pyerre e Everton; André.

PRIMEIRO TEMPO
O jogo não começou bem para o Tricolor. Aos 5, Maicon perdeu a bola no meio de campo e após lançamento, Geromel furou ao tentar o corte e Eduardo Sasha aproveitou para bater de cobertura, abrindo o placar.

O Grêmio tinha maior posse de bola e partiu para cima do Santos, porém não estava conseguindo criar oportunidades claras de gol diante de um time paulista que se defendia bem e fazia cera sempre que possível.

O Tricolor assustou de verdade apenas aos 25 minutos em chute de Jean Pyerre de fora da área que Vanderlei salvou. Quatro minutos mais tarde foi a vez de Leonardo ter a chance dentro da área mas novamente parou no goleiro santista.

Aos 34 minutos, nova falha gremista. Após cobrança de escanteio, a zaga afastou e a bola ficou com Alisson que tentou proteger a bola, mas Felipe Jonatan se antecipou e chutou forte de dentro da área, no ângulo, ampliando o placar em mais uma falha do Grêmio.

E o Tricolor se desestabilizou após o segundo gol adversário, errando passes fáceis e sofrendo riscos na defesa devido aos próprios erros.

SEGUNDO TEMPO
O Tricolor continuava com dificuldades na etapa final, principalmente com falta de atenção nas jogadas. O Tricolor era todo ataque e aos 16 minutos, Tardelli arriscou de fora e Vanderlei espalmou.

Aos 26, Luan que havia acabado de entrar, arriscou da entrada da área e Vanderlei salvou mais uma vez. O técnico Renato colocou o Grêmio totalmente no ataque, mas o dia não era mesmo do Tricolor, que parava no goleiro Santista e errava o último passe. Aos 37, Everton parou no goleiro.

No minuto seguinte, após cobrança de escanteio, Vizeu cabeceou de dentro da pequena área por cima, perdendo uma chance impressionante. E aos 39, Tardelli desviou dentro da pequena área e Vanderlei defendeu no susto. No rebote, André tentou duas vezes e novamente Vanderlei com milagre salvou.

Aos 41, Luan recebeu cruzamento e completamente livre, desviou para fora, perdendo mais uma chance inacreditável, embora estivesse impedido. Aos 43, André tentou de bicicleta e acertou a trave. Mas, após tantas chances, aos 47, Everton conseguiu fazer o gol de honra do Tricolor após tantas oportunidades. Mas já era tarde demais.



Veja também