No planejamento da pré-temporada para 2022, o Grêmio previu pelo menos 30 dias de treinos para o elenco principal antes de entrar em campo. A justificativa é o desenvolvimento de um lastro físico para que os atletas suportem um ano atípico por conta da Série B e a expectativa de duelos mais intensos, campos pesados e viagens longas.A preparação que a gente está fazendo agora na pré-temporada é em cima do formato que o Mancini vai jogar. Um time intenso, forte fisicamente, que marca pressionando, que vai brigar 90 minutos, que vai correr 90 minutos.— Reverson Pimentel, preparador físico do Grêmio

Em entrevista coletiva na quinta-feira, o preparador físico Reverson Pimentel deu detalhes do planejamento da comissão técnica para 2022. Destacou os pontos abordados por Vagner Mancini e pormenores do estilo de jogo a ser adotado para a equipe.

Reverson Pimentel comanda treino físico na academia do CT Luiz Carvalho — Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA

Reverson Pimentel comanda treino físico na academia do CT Luiz Carvalho — Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA

Durante a semana, aliás, o grupo trabalhou reiteradas vezes as disputas de mano a mano, uma das características que o Grêmio deve ter em 2022. Os choques físicos e as retrancas aparecerão na Série B.

Até mesmo a análise da logística do elenco entra na conta. Na segunda divisão nacional, serão seis viagens de ida e volta ao Nordeste – duas a Maceió (CRB e CSA), duas a Recife (Náutico e Sport), uma a São Luís (Sampaio Corrêa) e outra a Salvador (Bahia).

– Lógico que a Série B tem umas particularidades para se cuidar. A logística é uma delas. Em alguns lugares a gente vai pegar um gramado um pouco mais pesado, mas a gente está preparando a equipe para que isso não seja adversário nenhum – explicou Pimentel.

Uma das medidas adotadas pela comissão técnica é a obrigação, nas palavras do preparador, de os jogadores chegarem ao treino uma hora antes da atividade para realizar exercícios de prevenção. Também conforme Pimentel, de 2020 para 2021, o número de lesões no elenco tricolor caiu 40%.

Janderson em treino físico no centro de treinamentos — Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA

Janderson em treino físico no centro de treinamentos — Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA

A previsão inicial de uso do grupo principal para 2022 é após a terceira rodada do Gauchão. Até lá, o time de transição assume. Dentro deste período de 30 dias, o clube busca adversários para amistosos que possam simular o ritmo de uma partida normal.

– A equipe vai fazer jogos antes dos 30 dias, mas ainda a gente vai continuar em pré-temporada, com um carga alta de trabalho, cuidando de forma especial de cada atleta. Com a dificuldade de arrumar amistosos, vamos usar alguns jogos do Campeonato Gaúcho para terminar de lapidar esses jogadores a uma condição fisicamente aceitável para render o que ele tem que render – destacou Pimentel.

Enquanto o time de transição estreia no Gauchão na próxima quarta-feira às 19h, contra o Caxias, na Arena, o elenco treinado por Vagner Mancini mantém a rotina de treinamentos no CT de Eldorado do Sul. Nesta sexta, a atividade será em dois turnos.



Veja também