Foto: Luciano Amoretti / Grêmio, DVG

O Grêmio estendeu a suspensão das atividades de alguns departamentos do clube e reduziu em 25% o salário de parte dos funcionários por conta da pandemia do novo coronavírus. O Tricolor divulgou as medidas em seu site oficial, nesta quarta-feira, válidas a partir do próximo sábado. Também no dia 2 de maio está prevista a volta aos treinos, presenciais ou não, dos atletas do grupo profissional.

Na nota, o clube cita a preservação da saúde de todos envolvidos assim como a tentativa de minimizar os impactos financeiros da crise econômica, como motivos para os planos adotados. Os prazos para as decisões podem mudar conforme o impacto do vírus diminua ou aumente.

Ainda conforme o Grêmio, as determinações a serem executadas fazem parte de um Acordo Coletivo com o Sindicato dos Empregados (SECEFERGS), baseado na Medida Provisória (MP) 936/2020, emitida pelo Governo Federal.

Confira abaixo as medidas adotadas pelo Grêmio:

  • Suspensas até 31 de julho as atividades da Escola de Futebol e do Instituto Geração Tricolor (IGT). Previsão de retorno para 1° de agosto.
  • Suspensas até 31 de maio as funções do Departamento de Futebol Feminino e das categorias de base. Previsão de retorno para 1º de junho.
  • Profissionais vinculados aos departamentos citados acima, além de funcionários administrativos ou de apoio, podem ter redução de jornada e/ou suspensão do contrato de trabalho, conforme a MP 936/2020. O enquadramento dependerá de caso para caso.
  • Todos profissionais do clube, de Piso 1 e 2, receberão o salário base de maneira integral durante a redução de jornada e/ou suspensão contratual.
  • Demais funcionários, incluindo executivos, receberão, no mínimo, 75% do respectivo salário base. Independe se tiverem redução de jornada e/ou suspensão contratual.

Apesar de plano anticrise, Grêmio estuda recorrer a empréstimo para manter contas em dia. O CEO do clube, Carlos Amodeo, afirmou que a diretriz do clube é passar pela crise sem demitir funcionários. O Tricolor também fez um acerto com comissão técnica e grupo de jogadores e pagará os direitos de imagem do período sem partidas apenas em 2021, diluído no salário.

O clube gaúcho trabalha com a possibilidade de retomar as atividades no CT Luiz Carvalho no dia 2 de maio. Todos os integrantes da comissão técnica e grupo de jogadores estão orientados a estar em Porto Alegre nesta data, enquanto os dirigentes ainda discutem a volta ou não com autoridades e Federação Gaúcha de Futebol.



Veja também